21.7 C
Piauí
5 de junho de 2020
Cidades em Foco
Sem categoria

MP quer que prefeito Gil Carlos informe gastos com combate à Covid-19 em São João do Piauí

Prefeito Gil Carlos - Foto reprodução!

O Ministério Público do Piauí, por meio do promotor de Justiça Jorge Pessoa, ingressou nesta quinta-feira (21) com ação judicial para que o município de São João do Piauí, administrado pelo prefeito Gil Carlos, crie uma aba específica em seu portal da transparência para informar os gastos realizados no combate ao novo coronavírus.

O representante da 2ª Promotoria de Justiça de São João do Piauí solicita que a decisão judicial determine que a aba seja alimentada diariamente e apresente de forma discriminada os valores orçamentários e a execução de despesas, a exemplo de contratos administrativos de prestação e fornecimento de bens e serviços, nota de empenho, liquidação e pagamento, descrição do bem e/ou serviço, o quantitativo, o valor unitário e total da aquisição, a data da compra e o nome do fornecedor, com CNPJ, ou seja, todas as formas de gastos públicos relacionadas especificamente ao enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Em caso de descumprimento da decisão judicial, o promotor de Justiça pede a aplicação de multa diária no valor de 10 mil reais.

Na ação, Jorge Pessoa explica que em março deste ano a 2ª PJ de São João do Piauí abriu procedimento administrativo para acompanhar as ações do município relativas ao novo coronavírus. Posteriormente, o promotor expediu recomendação orientando os gestores de São João a providenciarem a disponibilização das informações referentes aos gastos efetuados no enfrentamento da Covid-19. Mas a secretária municipal de saúde e o prefeito não responderam à recomendação. Ao acessar o portal da transparência de São João do Piauí, o promotor de Justiça constatou que não havia ali dados sobre as despesas relacionadas ao enfrentamento do novo coronavírus.

Em um trecho da ação, o promotor lembra que a Lei Federal nº 13.979/2020 já prevê a obrigatoriedade da tornar públicos os gastos feitos para a contenção da pandemia do novo coronavírus.

Fonte: Viagora

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais