29.9 C
Piauí
6 de fevereiro de 2023
Cidades em Foco
GeralPolícia

Mulher envolvida em tragédia que matou criança é identificada e vai se apresentar à polícia

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

A condutora do carro que invadiu o playground de um condomínio em Timon (MA) e matou um garoto de dois anos já foi identificada e tem aproximadamente 49 anos. Segundo a Polícia Civil, ela pode responder por, pelo menos, dois crimes: homicídio culposo e lesão corporal culposo, quando não há intenção de cometer o crime.

Cidadeverde.com apurou que ela já tem advogado e vai se apresentar na delegacia assim que tiver condições de saúde de prestar depoimento. De acordo com a Polícia Civil do Maranhão, a mulher ficou em estado de choque após a tragédia e está sob efeito de sedativos.

“No mínimo são duas condutas: homicídio e lesão culposos. Vai depender  do resultado da perícia. Se foi problema mecânico não será culpa dela se manteve as revisões em dia. São muitas hipóteses e muitas respostas. Tudo depende de provas técnicas. O advogado já compareceu e quer apresentá-la”,  informou a delegada Ironeide Elvira de Melo, que estava como plantonista na Central de Flagrantes de Timon.

Foto enviada por WhatsApp ao Cidadeverde.com

O caso ocorreu na noite dessa segunda-feira (23), na cidade de Timon-MA, cidade vizinha à Teresina, capital do Piauí. A Polícia Civil do Maranhão já teve acesso às câmeras de segurança do condomínio para que a dinâmica do caso seja esclarecida. Na investigação estão sendo consideradas as teses de falha mecânica e humana, o que pode incidir, nessa segunda hipótese, também no crime de omissão de socorro. É especulado ainda que a condutora teria perdido o controle do veículo após o salto ficar preso em um dos pedais.

A condutora envolvida no acidente era visitante do condomínio e estaria tentando estacionar o carro que, de repente, se desgovernou e foi em direção ao parquinho onde estavam o garoto Álvaro Leal Santana Campelo, de dois anos, que teve morte no local, a mãe dele e uma adolescente de 15 anos que saíram feridas e outras pessoas que não sofreram ferimentos.

O carrro envolvido no acidente foi apreendido e será periciado. Dentro dele havia alguns aparelhos celulares.

Após o acidente, a condutora fugiu e não prestou socorro. A mãe do garoto- que era filho único e primeiro neto da família- ainda tentou socorrê-lo. O caso é investigado pelo 2º Distrito Policial, sob comando do delegado Renato Cordeiro.

Fonte: Graciane Araújo e Yala Sena / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais