Mulher tenta entrar em presídio com maconha escondida em partes íntimas

Na segunda-feira (10/09), uma mulher identificada como Silvânia da Cunha dos Santos foi presa ao entrar no Presídio Regional de Coroatá, a 260 km de São Luís, no estado do Maranhão, com droga escondida dentro da vagina.

De acordo com o delegado Gilvan Lucas de Sousa, da Polícia Civil e responsável pelo caso, a suspeita afirmou que iria levar o entorpecente para o namorado, um presidiário.

Silvânia colocou 28 papelotes de maconha em um preservativo masculino e,ao ser revistada para entrar na Unidade Prisional, foi flagrada com a droga e autuada em flagrante. Além disso, passou por exame de tomografia que confirmou a droga escondida no corpo.

“Ela me informou que visitava um irmão lá no presídio e que conheceu esse indivíduo, e após isso ela esqueceu o irmão; deixou de visitar o irmão e passou a visitar esse indivíduo, e ele pediu para que ela comprasse a droga e inclusive essa droga foi comprada em Codó e que levasse para ele”, informou o delegado.

Gilvan Lucas revelou que a prática de transportar drogas é muito comum nos presídios. “Isso é bastante frequente. Esses traficantes, essas pessoas, elas utilizam as mulheres para que levem essas drogas, para que transporte essas drogas aos presídios e a polícia está atenta, o Serviço de Inteligência, a direção dos presídios também estão atentos e serve de alerta”.

Silvânia da Cunha dos Santos (Crédito: TV Mirante/Reprodução)
Droga apreendida com Silvânia da Cunha dos Santos (Crédito: TV Mirante/Reprodução)

Fonte: MeioNorte