23.2 C
Piauí
12 de novembro de 2019
Cidades em Foco
Geral Polícia

Namorado confessa que matou mulher com golpe de facão no Piauí

O delegado Jucier Alves colheu depoimento de Roberci Messias Quirino, 29 anos. O jovem confessou em depoimento que matou a namorada, Jacira Rêgo, com um corte de facão no pescoço.

O crime foi praticado por volta das 5h da madrugada de hoje na casa onde os dois estavam morando juntos. Segundo o delegado Jucier, Roberci contou no depoimento que viu mesagens no celular da vítima onde supostamente ela o traía.

“Ele disse que viu as mensagens e quebrou o celular dela. Aí ela pegou um facão que estava na casa e cortou a mão  e joelho dele. Ele tomou o facão dela e cortou o seu pescoço”, disse o delegado.

Após o crime, Roberci se entregou para a Polícia Militar, que o encaminhou para a Delegacia Regional de Bom Jesus.

No momento do assassinato somente os dois estavam na casa. Jacira e Roberci namoravam  apenas há dois meses.

Roberci Messias foi atuado por feminicídio e deve ser transferido nas próximas  horas para o sistema prisional.

Matéria original

Mais uma jovem mulher foi vítima de feminicídio no Piauí nesta semana. É o segundo caso registrado no Estado em apenas dois dias.

Na manhã desta sexta-feira (18) a vítima foi Jacira Rêgo, de apenas 23 anos, morta a facadas. O assassinato aconteceu na cidade de Redenção do Gurgueia, a 680 Km de Teresina. O companheiro da jovem, identificado como Roberci Messias Quirino, foi preso em flagrante suspeito de cometer o crime.

O delegado Jucier Alves, da Delegacia Regional de Bom Jesus, vai colher depoimentos na manhã de hoje e apurar as circunstâncias do assassinato. “Já sabemos que foi um feminicídio”, adianta o delegado.

O outro caso de feminicídio registrado no Piauí foi praticado na última quarta-feira (16) na cidade de Simões. Uma jovem de 25 anos foi morta estrangulada por uma corda. O marido dela confessou o crime e está preso.

Segundo estatística da Secretaria Estadual de Segurança Público a morte de Jacira foi o 18º caso de feminicídio praticado no Piauí em 2019.

Fonte: Izabella Pimentel / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais