31.3 C
Piauí
18 de janeiro de 2021
Cidades em Foco
Destaque Geral

Niède Guidon é a 11ª mulher na APL e relembra história na Serra da Capivara

A arqueóloga Niède Guidon, 87 anos, é a nova imortal da Academia Piauiense de Letras. Pela primeira vez, em 102 anos, a APL deu posse a um novo membro através de solenidade virtual  e  partir desta sexta-feira (27), a pioneira nas pesquisas arqueológicas no Piauí passa a ocupar a cadeira 24 da instituição, que ficou vaga depois do falecimento do desembargador Paulo Freitas.

Niède desenvolve importantes pesquisas e trabalhos científicos, de desenvolvimento social e econômico na região de São Raimundo Nonato (525 km de Teresina) desde 1970. Suas descobertas revolucionárias na área da arqueologia resultaram na criação do Parque Nacional da Serra da Capivara, que possui a maior e mais antiga concentração de sítios pré-históricos da América. Pelo seu valor histórico e cultural, o parque foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Niéde também criou o Museu do Homem Americano e o Museu da Natureza.

Em discurso de posse, Niède rememorou sua trajetória e destacou a importância do Parque Nacional Serra da Capivara. A pesquisadora também agradeceu aos colaboradores e pesquisadores que lhe acompanham desde o início de seus trabalhos no Piauí. Ela destacou a missão arqueológica Franco- Brasileira, que neste ano completa 50 anos, e a criação do Museu Natureza.

“Em 1973 voltei para São Raimundo Nonato com  alunos meus e ficamos impressionados com a quantidade de sítios. Em 1975 fiz uma nova missão com os alunos. Em 1978 biólogos,  arqueólogos, paleontólogos,  fizemos a missão Franco -brasileira, missão reconhecida pelo governo francês e financiada pelo governo francês.  Em 1979 conseguimos que fosse criado o Parque Nacional Serra da Capivara”, disse Niède que ainda convidou os membros da Academia a visitarem o Parque o museu do Homem Americano e o Museu da Natureza.

O presidente da APL, Zózimo Tavares, destacou que Niède revolucionou a arqueologia e lembrou que a posse estava marcada inicialmente para março. Os membros da Academia iriam até São Raimundo Nonato, mas a pandemia do coronavírus impediu o planejamento inicial.

“É uma revolução, pela primeira vez nos 102 anos de história a APL empossa um dos seus membros através do formato digital”, ressaltou.

11ª mulher 

Niède é a 11ª mulher a ser empossada como membro da Academia Piauiense de Letras. Nelson Nery Costa ressaltou no discurso de recepção de Guidon que o número de mulheres “é vergonhoso”.

Nelson também relembrou a trajetória de Niède e defendeu que mais “mulheres, mamelucos e LGBTs” ocupem as cadeiras da instituição e a torne mais representativa.

Foto:Yala Sena

“As  mulheres que ingressaram não foram por dádiva ao seu gênero ,mas por seu trabalho realizado”, disse.

Além dos membros da APL, a solenidade foi prestigiada por autoridades como a deputada federal Margarete Coelho, desembargador Oton Mario Lustosa, o ex deputado federal Paes Landim e a prefeita de São Raimundo Nonato, Carmelita Castro.

Com informações : Izabella Pimentel
[email protected]

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais