32.3 C
Piauí
18 de janeiro de 2020
Cidades em Foco
Geral Polícia

No Piauí, 26ª vítima de feminicídio é morta a facadas e padrasto fica ferido

No Dia Internacional de Combate a Violência contra a Mulher mais uma vítima é assassinada de forma cruel no Piauí.

A diarista Clevoneide Souza Ferreira, 25 anos, foi assassinada a facadas. O principal suspeito é seu marido. Ela foi morta dentro da casa do casal, no bairro Lagoinha em São Raimundo Nonato, nesta segunda (25). O filho da vítima, de 8 anos, presenciou a cena e tentou socorrer a mãe, avisando outras pessoas. O padrasto da vítima também ficou ferido.

O suspeito de matar Clevoneide foi identificado como Eranildo Brito dos Santos, que trabalha como lavrador na região. Ele também tentou matar o padrasto da vítima, identificado como Dorizar Lopes, ao ser flagrado ao lado do corpo de Clevoneide, em cima da cama de um dos quartos da casa. Eranildo teria desferido um golpe de faca nas costas do padastro enquanto ele abraçava a vítima.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Regional de São Raimundo Nonato, sob comando da delegada Cynthia Verena, que acompanha o flagrante.

O Piauí, segundo  a superintendente do Sistema de Gestão de Riscos da Segurança Pública do Piauí,  delegada Eugênia Villa, já registra, somente neste ano, 42 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) contra às mulheres. Desses, 26 casos são de feminicídios, sendo que 22 ocorreram no interior e quatro na capital, Teresina.

A equipe de investigação da Delegacia de São Raimundo Nonato conversou com o Cidadeverde.com e relatou que o suspeito tentou se matar após o ocorrido, mas não conseguiu. Ele foi socorrido e levado a  Unidade de Pronto Atendimento do município. O padrasto da vítima também foi socorrido. Não há informações sobre o estado de saúde dos dois.

A investigação acrescentou que o imóvel aparentava sinais de luta corporal. As informações iniciais apontam que houve uma discussão entre o casal e, logo após, iniciaram as agressões.

Até o momento, não há informações do tempo de união entre o casal. Eranildo Brito dos Santos poderá responder por Feminicídio e tentativa de Homicídio.

Formulário Esperança Garcia

A Superintendência de Gestão de Risco vai lançar juntamente com a Agência de Tecnologia da Informação um formulário eletrônico que irá avaliar os fatores de risco para evitar casos de feminicídios no Piauí.  Ele foi nomeado como Formulário Esperança Garcia – com base no do Conselho Nacional de Justiça – e será lançado na próxima quarta-feira, dia 27. As respostas ficarão restritas às policiais civis e militares.

O formulário tem como objetivo tornar mais ágil a solicitação de medidas judiciais, além de servir de motivação para as medidas protetivas de urgência.

“No momento em que nós transformamos esse formulário do CNJ em eletrônico, nós podemos proporcionar estatísticas de risco. Eu coloco os fatores de riscos e começo a mensurá-los, registrá-los, em um sistema informatizado que vai entregar às instituições que atuam na prevenção e enfretamento contra a violência estatísticas que vai balizar decisões judiciais e inúmeras políticas públicas para evitar o feminicídio”, comentou a delegada Eugênia Villa.

Fonte: Carlienne Carpaso / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais