24 C
Piauí
18 de maio de 2022
Cidades em Foco
Geral Saúde Sem categoria

Nova gripe ou covid-19? Entenda as diferenças entre os sintomas das doenças

Gripe / Foto: Pixabay.

A crescente onda de casos de gripe no Brasil está deixando autoridades de saúde em alerta. A alta da doença já foi constatada em várias cidades, e para piorar o quadro, os sintomas da gripe são parecidos com o coronavírus. Algumas pequenas diferenças são relatadas por quem está no dia a dia em hospitais, mas somente com um teste Covid-19 é que o resultado será 100% confirmado. A dúvida cresce ainda mais por causa da variante ômicron.

A gripe, como é chamada a infecção pelo vírus Influenza, apresenta sintomas agudos logo nos primeiros dias da doença. Febre alta, calafrios, dores no corpo, tosse seca por mais de uma semana, dor de garganta, perda de apetite e irritação nos olhos.

A Covid-19 começa a evoluir a partir do 7° dia, podendo ou não levar a um quadro de insuficiência respiratória, ou seja, atinge mais a respiração do doente. Sintomas mais da Covid são perda de olfato e paladar, dor de cabeça, febre, congestão nasal (nariz entupido) e problemas estomacais e diarreia.

Vale reforçar que em todos os casos citados, os sintomas podem se manifestar de modo isolado, sem que seja necessário que apareçam todos juntos ou de uma vez.

Na dúvida? Máscara, álcool gel e distanciamento!

Os cuidados são iguais tanto para a gripe ou coronavírus. Máscara de proteção, álcool gel e distanciamento social não pode ser abandonado. Beto Preto, secretário estadual de Saúde, reforçou o uso dos equipamentos para o fim do ano. “Nesse momento precisamos da máscara apesar da queda nos números de casos da Covid, mas sabemos que a variante ômicron vai chegar ao Paraná. Tomamos essa decisão de postergar o uso da máscara até janeiro ou fevereiro”, disse em entrevista ao Bom Dia Paraná da RPC.

A nova cepa da gripe H3N2 foi responsável por uma morte no Paraná. A vítima foi uma idosa de 77 anos, moradora de Maringá, na região Norte. A senhora tinha tomado a vacina contra a gripe, mas a proteção não é 100% para essa nova cepa. “Vacinas nós temos no estoque, mas elas não atingem essa cepa que está circulando. A próxima vacina contra a influenza terá a proteção contra essa nova influenza”, explicou o secretário.

Fonte: https://tribunapr.uol.com.br/

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais