31.5 C
Piauí
19 de abril de 2019
Cidades em Foco
Geral Internacional

Objetivo é fazer Brasil como ‘era a 40, 50 anos atrás’, diz Bolsonaro

Em entrevista à Rádio Jornal, de Barretos nesta segunda-feira (15), o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que o objetivo de seu governo é fazer o Brasil “ser igual a 40, 50 anos atrás”.

Ele falava majoritariamente da insegurança das grandes cidades, defendendo o encarceramento como solução. “Cadeia não recupera ninguém. Cadeia é para tirar o elemento da sociedade”, afirmou. Voltou a queixar-se de educação sexual na escola, dizendo que “quem ensina sexo para criança é o papai e a mamãe”.

Questionado sobre sua frase antiga na qual defendia que mulheres ganhavam menos porque engravidavam, voltou a se defender, dizendo que não quis afirmar aquilo. Disse que a isonomia é prevista na CLT, mas escorregou novamente. “Nunca vi mulher reclamando que ganha menos do que homem”, disse.

Bolsonaro negou a aliados que tenha convidado o diretor do Hospital Amor, o antigo Hospital do Câncer de Barretos, para ser seu ministro da Saúde se vencer a eleição presidencial. O nome de Henrique Prata circulou na semana passada, e o médico se mostrou disposto à missão.

Ele reiterou a afirmação durante a entrevista. “Nunca conversamos sobre essa possibilidade. Não quero desmerecê-lo, quero restabelecer a verdade”, disse.

Pela manhã, ele visitou o Bope (Batalhão de Operações Especiais), no Rio de Janeiro, para agradecer o apoio de policiais.

“Obrigado a vocês e mais do que tudo pode, pela confiança pela parte de muitos, pode ter certeza, em chegando, teremos um dos nossos lá em Brasília. Caveira”, disse, encerrando um breve discurso com o grito de guerra que entoa o símbolo do Bope.

“Temos a segunda maior bancada de Brasília sem tempo de televisão, sem fundo partidário, sem nada. Isso vem de gente como vocês. Então temos que acreditar e tentar mudar.”

O candidato arrancou aplausos do grupo e brincou que cumprimentava um coronel, mas que quem vai mandar no Brasil são os capitães.

Bolsonaro é capitão reformado do Exército. Ele fez breve discurso a integrantes do batalhão, que foi filmado e distribuído por integrantes da campanha. Segundo assessores, foi uma visita a amigos. A imprensa não pode participar do encontro.

Fonte: FOLHAPRESS)

Notícias relacionadas

Resultado de exames em suspeitos de chacina deve sair na próxima semana

Junior Oliveira

Com crise das esquerdas, cresce o número de liberais no Piauí

Junior Oliveira

Governo autoriza pagamento do Garantia-Safra para Jacobina e mais 15 cidades do Piauí

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais