Operação Carro-Pipa é suspensa na região de Picos por dois meses

A Operação Carro-Pipa é suspensa por 60 dias e famílias da zona rural de Picos deixam de receber o abastecimento hídrico, nos meses de março e abril. O coordenador da Defesa Civil do município, Oliveiro Luz, fala que por conta da grande quantidade de chuvas, as cisternas das residências que recebem o abastecimento de água estão cheias.

Ele destaca que caso seja necessário, a operação retornará antes do prazo previsto. “Foi suspenso por 60 dias, mas se houver necessidade ela poderá voltar a qualquer momento, mas como agora choveu bem o mês de fevereiro e tudo indica que março vai ser do mesmo jeito, então acredito eu que se for haver ainda carro-pipa, só depois do mês de abril e maio em diante”, explicou.

Oliveiro Luz disse ainda que caso as chuvas continuem, a interrupção do abastecimento poderá se estender para os meses seguintes, pois com as cisternas cheias, fica inviável a entrega de água nas comunidades.

A ação distribui água potável por meio de carro-pipa para a população situada nas regiões afetadas pela seca ou estiagem. O ato é uma parceria do Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil, com o Exército Brasileiro. São 150 carradas de água mensais para Picos, que atende a seis localidades da zona rural, sendo elas, Carnaíbas I e II, Mocambo, Custaneira, Serra dos Pereiros e Chapada do Fio.

Daniela Menzes – Grande Picos