24.1 C
Piauí
21 de março de 2019
Cidades em Foco
Geral Polícia

Operação cumpre 10 mandados no Piauí e Maranhão por tráfico e roubo de carros

Atualizada às 10h29

O coordenador da Delegacia de Entorpecentes (Depre), Cadena Júnior, revelou que no momento da prisão do John Alves da Silva Vale, o preso afirmou que a arma (pistola 380 cromada e municiada) encontrada em sua residência pertence a um policial militar do Maranhão e que estava apenas guardando o objeto. Ele foi preso por tráfico e associação ao tráfico de drogas

“Ele se defendeu falando que a arma era de um policial, que estava guardando, mas todas as declarações serão investigadas e apuradas”, afirmou Cadena, acrescentando que a polícia também deu comprimento ao mandado de busca e apreensão na casa de Jhon.  Também foi apreendido um veículo, uma faca personalizada com o nome de John, celulares, documentos e dinheiro.

O delegado acrescentou que na casa do preso também funciona um bar e seria ponto de comercialização da droga, na Avenida Celso Pinheiro.  O pai do preso chegou ao local da prisão e defendeu o filho alegando que “tudo isso era fruto da inveja das pessoas”. Em sua defesa, John falou à imprensa que desconhece qualquer uma das acusações e que a polícia “terá que provar”.

Jhon Alves e outras cinco pessoas foram presas na manhã desta terça-feira (4) durante a Operação Avalanche, deflagrada em parceria com da Depre e Polinter, e tem apoio da Divisão de Inteligência e Captura (DICAP) e do Divisão de Operações Especiais da Polícia Civil (DOE).  Já foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão.

Segundo o delegado Luciano Alcântara, coordenador da Polinter, as diligências continuam e mais pessoas podem ser presas hoje. Até o momento, a polícia deu cumprimento a seis mandados de prisão: cinco pela Depre e uma pela Polinter. As equipes estão em campo parao  cumrpimento de outros quatro mandados; totalizando 10.

Dentre os presos, apenas um foi preso com mandado relacionado ao roubo e furto de veículos. Ele foi identificado como John Lennon Borges Viana, preso em uma vila na zona Norte de Teresina.

“Uma operação que ocorreu concomitante a nossa, no Piauí, ocorreu no Maranhão. Em São Luís, foi dado cumprimento ao mandado de prisão contra o Robson Assunção Sousa”, acrescentou Alcântara.

Entre os presos estão duas mulheres: Heloísa Maria de Sales e Vyrna Melo Brayner. O sexto mandado de prisão foi contra Bruno dos Santos.

Atualizada às 9h19

A Polícia Civil atualizou o número de presos na operação Avalanche desencadeada nesta terça-feira (5). Até o momento, seis pessoas foram presas, entre elas um suspeito em São Luís-MA. Entre os presos há duas mulheres.

Eles foram identificados como John Lennon Borges Viana; Heloísa Maria de Sales; Vyrna Melo Brayner; Bruno dos Santos; Robson Assunção Sousa e John Alves da Silva Vale. As prisões são relativas a tráfico e associação para o tráfico de entorpecentes e roubo de veículos.

Matéria original

Uma operação de combate ao tráfico de drogas e roubo de veículos foi deflagrada na manhã desta terça-feira(05) pela Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre) e pela Polinter. Até o momento quatro pessoas foram presas por esses crimes.

A ação, denominada de Avalanche, é coordenada pelos delegados Luciano Alcântara e Cadena Júnior e têm apoio da Divisão de Inteligência e Captura (DICAP) e do Divisão de Operações Especiais da Polícia Civil (DOE).

Segundo o delegado Luciano Alcântara, da Polinter, mais de dez mandados de prisão e outros de busca e apreensão estão sendo cumpridos por toda Teresina e a Depre enviou uma equipe para fora do Estado para realizar uma prisão, mas não quis informar qual destino.

“Essa operação é fruto da Semana da Polícia Civil que terá uma série de ações, após os policiais terem retornado da greve. Esta operação está abrindo essas ações que vão prosseguir até o fim de semana”, explicou o delegado.

Serão realizadas barreiras e bloqueios, cumprimento de mandados de prisão e buscas relacionados a crimes de homicídios, roubos e furtos, roubos de veículos, bancos e tráfico de drogas, além da fiscalização e prevenção destes e de outros crimes, somados aos trabalhos educativos junto à população.

Finalizando a Semana, uma grande operação referente a realização das provas do Concurso da PC-PI, para os cargos de Delegado e Agente de Polícia será feita no domingo (10) com o intuito de fiscalizar e coibir qualquer tipo de fraude relativa ao certame.

Participam das ações mil policiais civis de 25 distritos policiais da capital e região metropolitana, 12 Delegacias Regionais, 15 Delegacias Especializadas e outras unidades da PC-PI.

 

Fonte: Caroline Oliveira e Carlienne Carpaso / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Lula diz que Wellington Dias é gênio da política e o indica como presidenciável

Junior Oliveira

Idoso se entristece e morre cinco horas após o enterro da esposa no interior do Piauí

Junior Oliveira

‘Usar crise para chegar ao poder é versão moderna do golpe’, diz Dilma

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais