28.2 C
Piauí
4 de dezembro de 2020
Cidades em Foco
Geral Polícia

Operação da polícia de PE cumpre mandados de busca e apreensão em Picos

Foto: Policia Civil (PE)

Uma operação da Polícia Civil de Pernambuco cumpriu 7 mandados de busca e apreensão na cidade de Picos, na manhã desta terça-feira (27). Denominada de “Carga Muito Pesada”, a operação tem como objetivo identificar e desarticular integrantes de organização criminosa especializada em receptação de veículos, adulteração de sinais identificadores veiculares, falsificação de documentos de veículos e lavagem de dinheiro. Quatro pessoas são investigadas no município.

A investigação foi iniciada em janeiro de 2019. Estão sendo cumpridos ao longo de todo o dia, 15 mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela Vara Única da Comarca de Tuparetama (PE). Além do município pernambucano, a operação acontece também em Afogados da Ingazeira e Carnaíba, ambas em Pernambuco, além de Picos, no Piauí, e Monteiro na Paraíba.

Segundo a Polícia Civil de Pernambuco informou ao Cidadeverde.com, ninguém foi preso em Picos. Dos 15 mandados de busca e apreensão, oito foram cumpridos nas residências dos suspeitos e outros sete em empresas dos investigados.

Em toda a operação foram empregados 130 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. Prestaram apoio na deflagração da Operação, a Polícia Civil do Piauí, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Secretaria da Fazenda.

As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco (DINTEL)  e contou também com a assessoria do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem De Dinheiro (LAB/LD).

Início das investigações

As investigações foram iniciadas em 2018 quando um dos investigados foi preso e autuado em flagrante delito pela posse de dois veículos clonados, além de produtos de ações criminosas, uma espingarda calibre 12 com dois canos e seis cartuchos do mesmo calibre.

“Após realização de perícias e dando continuidade às investigações, identificamos outros alvos que tinham vínculo com o investigado, bem como, indícios da prática de outros ilícitos”, disse a polícia de Pernambuco em nota.

Fonte: Hérlon Moraes / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais