24.9 C
Piauí
23 de setembro de 2021
Cidades em Foco
Geral Piauí

Operação do Gaeco cumpre 10 mandados em empresa e casa de ex-prefeito; 2 presos no Piauí

Atualizada às 11h

Duas pessoas foram presas em flagrante durante operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deflagrada na manhã desta terça-feira (12).

Estão sendo cumpridos dez mandados de busca e apreensão nas cidades de Manoel Emídio, Floriano e Barão do Grajau (MA). Os alvos, além do ex-prefeito José Medeiros da Silva, são servidores públicos do município de Manoel Emídio e empresas investigadas por participação no esquema criminoso. A denúncia é relacionada a fraude em licitação de escolas.

Em Floriano, o delegado Bruno Ursulino informou que foram presos o empresário Marcelo Waquim Avelino, proprietário de construtora e posto de combustíveis e seu caseiro por porte ilegal de armas. Na residência do empresário foi encontrada uma arma calibre 38, munições,  e na fazenda dele um espingarda e animais silvestres.

Os envolvidos estão sendo investigados por lavagem de dinheiro, emissão de notas fiscais frias, pagamento de notas em duplicidade e não execução de obras.

A operação está sendo comandada pela promotora Débora Jeane Aragão, coordenadora do Gaeco.

Atualizada às 8h

O ex-prefeito de Manoel Emídio, José Medeiros da Silva, servidores públicos municipais da cidade e empresas  estão na mira da operação Canteiro de Obras deflagrada nesta terça-feira  (12) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI).

De acordo com a denúncia, o ex-prefeito teria contratado uma empresa para realização de reformas em várias escolas do município, contudo o serviço não teria sido executado. Foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão nas cidades de Manoel Emídio (PI), Floriano (PI) e Barão do Grajau (MA).

Os suspeitos também são investigados por fraudes à licitação, desvio de recursos públicos, lavagem de dinheiro, associação criminosa e crimes contra a administração pública.

Participaram da operação as polícias Civil e Militar e o GAECO (MA).

O delegado de Canto do Buriti, Yan Brayner, informou que foram cumpridos quatro mandados de buscas e apreensão na residência e no sítio do ex-prefeito José Medeiros, além de uma empresa e na casa de um empresário.

“Foram apreendidos computadores, aparelhos celulares e documentos. Não teve nenhuma prisão”, informou o delegado.

Fonte; CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais