35.4 C
Piauí
3 de dezembro de 2021
Cidades em Foco
Geral Política

Oposição apresenta prévia de plano de governo e promete “choque de gestão”; veja propostas

Foto: Roberta Aline

Membros da oposição formada por PSDB e Progressistas se reuniram na manhã desta segunda-feira (22) para apresentar as propostas que vão compor o Plano de Governo do grupo para as eleições de 2022. O documento final ainda passará por uma revisão, deverá ser oficializado em 20 dias e, segundo os membros ouvidos, promete um “choque de gestão”.

Ao falar para os integrantes presentes, o pré-candidato Silvio Mendes (PSDB) frisou que com os recursos disponíveis é possível realizar o que a oposição propõe. Tanto o tucano quando a pré-candidata cotada para a vice, a deputada Iracema Portella (Progressistas), têm defendido uma gestão municipalista.

“Esse documento será encaminhado pra todas as pessoas de boa vontade, aos prefeitos, o governo tem que olhar que são eles que realizam […] todos que quiserem tomar conhecimento para criticar, sugerir, aumentar ou diminuir o momento é esse”, disse.

Iracema Portella defendeu também que as secretarias de primeiro escalão do Executivo Estadual, como Saúde, Educação e Segurança, não sejam ocupada por políticos, mas sim, por técnicos especializados.

As propostas

O documento apresentado foi concluído na madrugada desta segunda-feira (22). O grupo se dividiu em grupos temáticos e cada um produziu relatórios temáticos sobre as áreas de Educação, Saúde, Segurança, Infraestrutura, Finanças, Turismo e Cultura.

Segundo o economista Kleber Montezuma, que coordena o processo, o plano de governo elaborado pela chapa Progressistas-PSDB tem como objetivo o crescimento econômico com desenvolvimento social para a população do estado.

“A campanha quando vier deverá ser feita a baseada nessas ideias, com a preocupação de apresentar o que pode ser feito. Nas últimas eleições o governador apresentou 53 ideias e pouco mais de 20% foi 100% concluído. Ficou muita coisa prometida sem se realizar. Essa é uma coisa que estamos buscando evitar”, pontuou.

Após a conclusão, o texto será apresentado para prefeitos do interior, onde a oposição pretende reunir gestores por regiões para debater as demandas.

Entre os técnicos que participaram da montagem das propostas estão Guiomar Passos, professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Ribamar Passos, Superintendente Regional do DNIT, o economista George Mendes, Anisio Neto, chefe geral da Embrapa Meio-Norte.

Também estiveram presentes o pré-candidato ao Senado Joel Rodrigues (Progressistas) e a senador Eliane Nogueira (Progressistas).

A seguir veja algumas das propostas adiantadas à reportagem:

Educação

  • Combate ao analfabetismo;
  • Fortalecer parcerias com Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e implementação de cursos técnicos para o ensino medido;

Saúde

  • Qualificar hospitais regionais; agilizar atendimentos;

Infraestrutura

  • Fortalecimento do agronegócio, por meio da participação do governo criando e fortalecendo a infraestrutura, como a criação de estradas;
  • Fortalecer o turismo com recuperação de infraestrutura no litoral;

Segurança

  • Fortalecer e recompor a Polícia Militar (PM-PI);
  • Combate às facções em Teresina e Parnaiba com foco em ações em presídios.

Fonte: Paula Sampaio / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais