24.2 C
Piauí
25 de junho de 2022
Cidades em Foco
Geral Política

Oposição define chapa para disputar eleição em 2018

A oposição já está definido uma chapa para concorrer com o governador Wellington Dias em 2018. O PSB está encabeçando a articulação. O ex-governador Wilson Martins, presidente do PSB, puxou o cordão e tenta agregar os insatisfeitos contra o governo. Ele disse que a oposição já tem nomes suficientes para montar uma chapa para concorrer em 2018.

Wilson Martins acredita que o barco de aliados de Wellington Dias está muito grande e muita gente ainda vai sair dele. Para ele, a troca de cargos por apoio político não garante que esses partidos estarão no palanque do governador. Wilson considera que a maioria dos aliados de Wellington vai debandar, porque vai haver uma reviravolta na política nacional a partir da Lava Jato.

“Ele está loteando o governo de olho na reeleição. Isso pode ser bom para ele, mas ruim para o Estado. Vivi um momento como este, e lá na frente os que estavam loteando cargos começaram a sair”, comentou Wilson Martins relatando um fato acontecido em 2013. “Nada tenho contra o governador, de quem sou amigo pessoal e torço pelo seu sucesso. Mas, não posso concordar com o seu governo que até hoje não disse a que veio”, declarou Wilson Martins.

O ex-governador convidou o ex-senador João Vicente Claudino para compor a oposição e disputar um cargo majoritário. E João Vicente já se manifestou que tem interesse em voltar para a política, mas não queria aproximação com o PT e com o governador Wellington Dias, por isso, não teria se filiado ao PMDB.

Por falar em PMDB, na opinião de Wilson, o partido vai rachar. O vice-presidente do PMDB, João Henrique Souza, quer ser candidato a governador e está promovendo a Caravana Piauí em Movimento, onde tem dito que o Piauí parou no tempo na atual gestão do governador Wellington Dias.

“E o PP será empurrado para a oposição por fatores externos ao partido”, concluiu o ex-governador Wilson Martins analisando o cenário político para as eleições de 2018.

 

Fonte: Diário do Povo

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais