21.9 C
Piauí
24 de outubro de 2019
Cidades em Foco
Geral Pernambuco em Foco

Osteoporose: cuidados básicos ajudam na prevenção

O Dia Mundial da Osteoporose acontece em 20 de outubro. No Brasil, são 10 de milhões de pessoas convivendo com a doença, de acordo com dados do estudo The burden of osteoporosis in four Latin American countries: Brazil, Mexico, Colombia, and Argentina, publicado este ano.

Silenciosa, a doença atinge principalmente as mulheres acima dos 65 anos. Mas homens não estão livres. A osteoporose provoca uma perda óssea, causando fraturas com mais facilidade. Ficar atento às regiões mais comuns pode ajudar a evitar a doença. São elas: coluna (vértebras), bacia (fêmur), punho (rádio) e braço (úmero).

O exame chamado densitometria óssea é, hoje, um dos principais métodos para detectar a doença precocemente. Médicos indicam que todas as mulheres com mais de 65 anos e homens com mais de 70 façam o teste. Adultos com mais de 50 anos que tenham algum dos fatores de risco também precisam passar pela avaliação.

De onde vem?

Existe uma predisposição genética, ou seja, que passa de um familiar ao outro – por isso a importância do diagnóstico precoce. Maus hábitos também contribuem com surgimento da doença. Por isso, é necessário evitar tabagismo e sedentarismo, por exemplo.

Por causa da falta de sintomas ao longo da vida, o diagnóstico precoce é o jeito mais eficaz de acabar com os riscos de fraturas e também de evitar a doença, já que é possível, sim, preveni-la.

A prática de atividade física regularmente ajuda a evitar a osteoporose. Em alguns casos, são indicados até suplementos. Ficar de olho nos níveis de vitamina D também é essencial

Leite

Aliado no tratamento da doença, o leite, rico em cálcio, deve ter atenção especial. Segundo o Ministério da Saúde, são recomendados três copos do líquido por dia para prevenir a osteoporose. Também é indicado regular os níveis de magnésio para que o cálcio seja totalmente absorvido pelo organismo.

Osteopenia

A osteopenia é como se fosse uma fase antes da osteoporose. Por isso, sinaliza que é preciso ter mais cuidado e ser acompanhado por um médico. A avaliação do especialista definirá como evitar sua evolução e também como ajustar a dieta. Já há tratamentos para osteopenia que incluem o cuidado de evitar a perda óssea.

Fonte: Estadão Conteúdo

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais