25.9 C
Piauí
3 de abril de 2020
Cidades em Foco
Geral Política

Para se reestruturar em 2020, PSB quer lançar 30 candidatos a prefeito no Piauí

Para se reestruturar em 2020, o PSB quer lançar 30 candidatos a prefeito no Piauí nas eleições municipais. Em entrevista ao Notícia da Manhã, o ex-governador e presidente estadual do PSB, Wilson Martins, diz que o número é menor que o do pleito anterior e que o partido segue enxuto.

“O partido ficou um pouco menor do que era, mas com uma qualidade muito importante para o futuro da reconstrução do partido. Só fica no PSB quem tem gratidão, história, entende a filosofia partidária e tem um sentimento de poder construir no futuro mudanças que são importantes para o Estado”, disse o ex-governador.

Em 20 de março, às 9h, o PSB fará filiações em Teresina com a presença do presidente nacional da sigla Carlos Siqueira.

“Vamos filiar em Teresina, o ex-deputado Robert Rios Magalhães e vários outros companheiros que serão candidatos a vereadores em Teresina”, explica  Martins que citou ainda municípios piauienses onde o PSB fará alianças.

“Em Parnaíba, o partido vai apoiar o Mão Santa. Em Picos temos um entendimento com o Padre Valmir, em Oeiras temos aliança com o PT. Em Floriano devemos lançar um candidato e tem a possibilidade muito grande de ser o Avelino Neiva. Nos municípios maiores estamos praticamente tratando sobre isso”, disse o presidente estadual do PSB.

Questionado sobre estar na oposição nas eleições municipais, Wilson Martins demonstrou um certo ressentimento com o PSDB, partido do atual prefeito de Teresina Firmino Filho.

“Nas eleições de 2016, o PSB foi essencial para a eleição do prefeito […] temos o direito de participar da gestão até o fim dela, embora de não estejamos participando de nada”, concluiu Wilson Martins.

Fonte: Graciane Sousa / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais