37.1 C
Piauí
17 de outubro de 2021
Cidades em Foco
Destaque Geral

PATOS: Seis pessoas são denunciadas por roubo de água da adutora Poço de Marruá; três são presos

Fotos:Polícia Militar

Uma operação entre a Polícia Militar do Piauí e Agespisa prendeu três pessoas em flagrante suspeitas de furtar água da Adutora Poço de Marruá, localizada no município de Patos do Piauí, a 399 km de Teresina. Segundo a PM, os presos eram moradores da região e criadores de peixes que realizavam ligações clandestinas diretamente da adutora para abastecimento de tanques e uso doméstico.

Deflagrada na última segunda-feira (04), a operação também apreendeu mangueiras, peças, tubulações e outros materiais que estavam sendo utilizados para fazer o desvio da água. Ao todo, foram eliminados oito desvios de grande porte em tubulações de 25 e 32 mm detectadas na adutora, em ventosas e registros.

De acordo com a PM, a água desviada era utilizada para criação de peixes, irrigação de plantações, construções, abastecimento de reservatórios e outras finalidades.

“A primeira pessoa presa fez uma ligação clandestina e canalizou a água para toda uma localidade no município de Caridade do Piauí. Ele controlava o abastecimento de água do local. Outra pessoa tinha três açudes com criatórios de peixes, outro violou o cano da adutora e distribuía a água para obras que ele realizava”, explica o comandante da operação, capitão Edmilson Pacheco do GPM de Marcolândia.

A Polícia Militar informou ainda que outras três pessoas que não foram localizadas também foram indiciadas pelo crime. Os Boletins de Ocorrência e as prisões forma encaminhadas para a delegacia de Polícia Civil do município de Simões.

“Foram três prisões em flagrante e três pessoas que foram indiciadas, que eles não estavam presentes, evadiram-se, então foram indiciados por desvio de água. Todos os procedimentos foram conduzidos para a delegacia regional de Simões”, informa o capitão Edmilson Pacheco

A adutora Poço de Marruá estende-se por cerca de 70 quilômetros e é responsável por abastecer as cidades de Patos do Piauí, Jacobina do Piauí, Curral Novo do Piauí, Simões, Caridade do Piauí e o povoado Ingazeira.

Segundo a Agespisa, o furto da água estava prejudicando o abastecimento dos moradores da região. Cerca de 40% da água destinada ao município de Curral Novo era desviada pelas ligações clandestinas.

“Após o trabalho de varredura ao longo da adutora, a água está chegando aos locais prejudicados. Cerca de 40% da água destinada a Curral Novo, por exemplo, estava sendo desviada, deixando os moradores desabastecidos”, destaca o gerente da Unidade de Negócios de Picos, Francisco das Chagas Ferreira.

Adutora de Piaus

No mês de setembro, outra operação da Polícia Ambiental e Agespisa também realizou a prisão de outras cinco pessoas suspeitas de furtar água da adutora de Piaus, no município de Fronteiras. O desvio era para construção de açudes para criação de peixes, irrigação e bebedouros de gado.

Na operação foram detectadas mais de 70km de desvio, com apreensão de mais de dois mil canos e mangueiras. Os furtos foram flagrados nas comunidades Tamboril, Camaratuba e Piaus.

Fonte: Rebeca Lima / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais