24.1 C
Piauí
21 de março de 2019
Cidades em Foco
Geral Piauí Política

PF diz que Ciro Nogueira teria recebido R$ 6 milhões da Odebrecht

De acordo com investigações da Polícia Federal, um ex-executivo da Odebrecht teria ocultado informações na delação premiada e beneficiou o senador piauiense Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas.

O relatório divulgado pela PF relata sobre a investigação de pagamentos de propina relatados na delação de ex-executivos da Odebrecht.

No texto do relatório, a Polícia Federal afirmou que os repasses destinados a Ciro Nogueira foram feitos com a ajuda da Transnacional. A empresa de transporte de valores era usada por doleiros a serviço de empresas alvos da Lava Jato, entre elas a Odebrecht.

No documento, enviado ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), a PF detalha os pagamentos feitos ao senador para que ele atuasse para aprovar projetos de interesse da Odebrecht no Senado. A PF ainda relata os registros do endereço de entrega que consta dos sistemas dos doleiros e da Transportadora.

O delegado Albert Sérvio de Moura diz que neste imóvel “residia no ano de 2014 o filho do Sr. Lourival Ferreira Nery Júnior, assessor de Ciro Nogueira, cujo nome também figura nas sucessivas planilhas da Odebrecht”.

A PF diz que R$ 6 milhões foram destinados a um grupo de parlamentares. Mas o delator Cláudio Mello Filho decidiu repassar o valor somente a Ciro, identificado nas planilhas com o codinome “Piqui”.

“Tal fato – a destinação de valores a Ciro Nogueira à revelia de Marcelo Odebrecht – explica a absoluta omissão de Claudio Mello Filho no que se refere aos 12 pagamentos do ‘Programa Piqui’”, diz o documento.

A Polícia Federal pediu uma acareação entre Cláudio Mello Filho, Marcelo Odebrecht e Carlos Fadigas, também delatores da Odebrecht e envolvidos na liberação desses R$ 6 milhões.

A ideia é colocá-los frente a frente para saber sobre os pagamentos a Ciro Nogueira e também sobre a suspeita de omissão do delator. A decisão será do ministro Fachin.

Ciro Nogueira é investigado em outros quatro inquéritos no Supremo Tribunal Federal. Em um deles, a denúncia já foi apresentada e aguarda decisão do tribunal.

Outro lado

Em nota divulgada à imprensa, através de assessoria de comunicação, a equipe do parlamentar afirma que “o senador Ciro Nogueira confia na apuração da Justiça e acredita que as investigações irão, mais uma vez, comprovar a sua inocência”.

Fonte: Vi Agora com informações do G1

Notícias relacionadas

Busca por prêmio de R$ 8 milhões tem início com sete jogos na Copa do Brasil

Junior Oliveira

Homem é detido após cortar as duas orelhas de cachorro no Piauí

Junior Oliveira

Moradores encontram carro queimado e PM suspeita de desmanche na região de Paulistana

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais