PI: Prefeita atrasa três meses e manda investigar servidores que reclamaram nas redes sociais

A prefeita de Esperantina, Vilma Amorim (PT), instaurou Procedimento Administrativo Disciplinar contra três servidores municipais que usaram as redes sociais para reclamar da situação.

A medida foi publicada no Diário oficial dos Municípios desta quarta-feira (05/12) e os investigados são Givanilda de Carvalho Lustosa, Elis Regina Pereira Rocha e Custódio Farias Costa Júnior.

Segundo a portaria, a medida é para apurar eventuais ofensas.

Confira as portarias

Confira as manifestações dos servidores

Fonte: Rômulo Rocha/180graus