24.9 C
Piauí
23 de setembro de 2021
Cidades em Foco
Destaque Geral

Piauí recebe maior lote de vacinas da Pfizer e vai distribuir para os 224 municípios pela 1ª vez

Vacina - Fotos: Sesapi

Atualizada às 18h30

O Piauí recebeu, na tarde desta terça-feira (8), 35.100 doses da vacina Pfizer. A vacina será destinada para primeira dose de 5% das pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, gestantes e puérperas com comorbidades, além de 4% das forças de segurança e salvamento e forças armadas e 12% dos trabalhadores do transporte aéreo.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesapi), a vacina será distribuída para todos os 224 municipios após mudanças anunciadas pela Anvisa na forma de armazenamento do imunizante.

A partir de agora, os frascos fechados podem ser armazenados e transportados entre -25°C e -15°C por um período único de até 2 semanas e podem retornar a -90°C a -60°C.”

Os novos limites de conservação serão acrescentados na bula da vacina e não alteram o período de validade total do produto, que é de seis meses.

Antes da mudança, a bula definia que a vacina devia ser “mantida no congelador a uma temperatura entre -90°C e -60°C” e que, “uma vez retirada do congelador, a vacina fechada pode ser armazenada por até 5 dias entre 2°C e 8°C”.

A Sesapi informou ainda que a maioria das cidades já capacitou os profissionais para manusear as doses. A Secretaria vai enviar uma nota técnica para todos os municipios orientando como proceder com a vacina da Pfizer.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, esta é a maior quantidade do imunizante já entregue ao estado. “O Piauí vem realizando um trabalho incansável para que as vacinas cheguem a todos os grupos contemplados”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

“De acordo com o Ministério da Saúde, cada etapa da vacina Pfizer está sendo acompanhada de treinamentos específicos para promover a garantia do adequado manuseio da vacina, uma vez que a utilização dos imunizantes foi liberada primeiramente para as capitais e no decorrer dos lotes a Anvisa permitiu seu uso por cidades do interior, mediante conservação a temperatura de geladeira, entre 2ºC e 8ºC, por até 31 dias”, explica a diretora de Vigilância em Saúde da Sesapi, Cristiane Moura Fé.

Com informações da Sesapi

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais