22.9 C
Piauí
20 de agosto de 2022
Cidades em Foco
GeralPolícia

Piauí tem aumento de mortes violentas e de estupros, diz anuário da Segurança

Polícia Militar do Piauí - Foto: Cidades em Foco

O Piauí registrou um aumento de 10,3% nas mortes violentas e de 11% nos casos de estupros, de 2020 a 2021, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que foi divulgado nesta terça-feira (28).

Segundo o anuário, as mortes violentas no Piauí passaram de 707 para 782 casos registrados. Os dados correspondem a soma das vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal e mortes decorrentes de intervenções policiais (que em alguns casos podem ser contabilizadas dentro dos homicídios dolosos).

Em relação aos homicídios dolosos, ou seja, quando há a intenção de matar, foi registrado um aumento de 77 homicídios, de 2020 a 2021, passando de 659 para 736.

Já em relação ao latrocínio, que é o roubo seguido por morte, o estado teve uma redução, passando de 42 para 41 casos registrados. No caso de lesão corporal com morte, passou de 6 para 5 casos, em um ano.

Outro ponto analisado pelo anuário foi a morte de policiais civis e militares. Também ocorreu uma redução, passando de 7 casos registrados em 2020, para 4 casos em 2021.

Já as mortes decorrentes de intervenção policial, que estavam em serviço ou fora do trabalho, ocorreu um aumento, passando de 29, para 34 casos.

Em relação aos outros estados, o Piauí registrou o terceiro maior aumento de mortes violentas. Em primeiro lugar ficou o Amazonas, que passou de 1.121 para 1.670, um aumento de 46,8%. Em segundo lugar apareceu o Amapá, que passou de 356 para 472 mortes violentas, um aumento de 30,2%. No quarto lugar aparece Rondônia com aumento de 8,8%, passando de 413 para 454 casos. E em quinto lugar está Roraima, passando de 212 para 232, com aumento de 5,8%.

Estupros

Outro dado do anuário foi sobre a quantidade de casos de estupros que foram registrados pela polícia por meio de boletins de ocorrência. Um aumento de 956 para 1.065, o que representa  11%.

O Piauí teve um aumento no caso de estupro de vulnerável, de 719 em 2020, e de 848 no ano de 2021, o que representa um aumento de 17,7%. Nos  demais casos de estupro, ocorreu uma pequena redução de 237 para 217.

Fonte: Bárbara Rodrigues  / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais