30.1 C
Piauí
19 de novembro de 2019
Cidades em Foco
Geral Piauí

Piauí terá 1º laboratório de genética para solucionar crimes usando teste de DNA

O estado do Piauí vai inaugurar seu primeiro laboratório de genética forense, passando a integrar, já a partir da próxima semana, a rede nacional de perfis genéticos do Brasil. Com isso, crimes de homicídios e violência sexual, por exemplo, poderão ser elucidados graças a testes de DNA.

O Instituto de DNA Forense será ligado ao Departamento de Polícia Técnico-Científica e está sendo implementado com o auxílio do Ministério da Justiça. Foram investidos pouco mais de R$ 400 mil na obra. Só em equipamentos são R$ 3 milhões.

Com o laboratório em funcionamento, o Piauí começa a instituir o banco estadual de perfis genéticos, com o objetivo de dar vazão e resposta a crimes até então sem solução quanto a autoria e modos operandi.

O laboratório será capaz de processar as amostras advindas do local de crime e provenientes de coletas realizadas no Instituto de Medicina Legal (IML). Serão incluídos no banco de dados de perfis genéticos, perfis de condenados por crimes hediondos ou por crime doloso e violento contra a pessoa, ou ainda por meio de autorização judicial, seja de ofício ou mediante solicitação da autoridade policial ou do Ministério Público.

O Instituto de DNA será coordenado por um perito criminal especialista na área de genética forense. A inauguração está prevista para o dia 11. Dois dias depois, o Tocantins também ganha um laboratório semelhante, totalizando 20 estados interligados no Banco Nacional de Perfis Genéticos.

Desde o dia 13 de dezembro do ano passado, o Instituto de Criminalista iniciou processo de coleta de dados genéticos de presos no sistema penitenciário do Estado do Piauí.

Fonte: CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais