25.9 C
Piauí
3 de abril de 2020
Cidades em Foco
Geral Piauí

Polícia indicia marido suspeito de torturar e amarrar a mulher em uma árvore nua no Piauí

A Polícia Civil indiciou o marido de uma professora, que foi torturada e amarrada nua em uma árvore no município de Altos (a 40 km de Teresina).

O delegado Tomaz de Aquino, que preside o inquérito, informou queo contador – marido da vítima – foi indiciado por estupro, ameaça e tortura mediante sequestro.

A professora de 38 anos foi mantida em cárcere privado pelo marido por oito dias na cidade de Altos.

A vítima relatou a Polícia que foi estuprada, mantida em um quarto, teve o cabelo cortado com uma faca e sofreu diversas ameaças e agressões psicológicas.
O marido, também de 38 anos, teria cometido as agressões por não aceitar o fim do casamento de 20 anos.

Vídeo

Entre as provas apresentadas no inquérito  está um vídeo que mostra a vítima de joelhos, nua, amarrada em uma árvore, e o agressor jogando gasolina no corpo dela e ameaçando atear fogo. Na gravação, o suspeito exige que ela peça desculpas por uma suposta traição.

“No vídeo ela está despedida, ele exige que ela peça desculpas. É humilhada na gravação”, diz o delegado.

A vítima relatou que ao marido tinha comportamento agressivo, mas não registrou boletim de ocorrência.

“Entre as provas está também fotografias do quarto, mechas de cabelo e uma faca”.

O marido da vítima está solto, mas a justiça concedeu medidas restritivas, impedindo que ele se aproxime da professora. Ela, desde que foi resgatada, está fora do estado com medo do agressor.

A família da vítima prepara manifestação em Altos pedindo a prisão do suspeito.

Fonte: CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais