28.9 C
Piauí
21 de setembro de 2020
Cidades em Foco
Sem categoria

Polícia indicia por homicídio marceneiro que fez ‘cerca elétrica’ que matou criança no Piauí

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

A Polícia Civil do Piauí indiciou por homicídio doloso o marceneiro que energizou a cerca de arame farpado da própria residência e acabou resultando na morte de uma criança de oito anos de idade. O caso ocorreu em julho, no Parque Brasil II, zona Norte de Teresina.  A menina morreu eletrocutada ao tocar na cerca elétrica clandestina quando tentava pegar seriguelas.

O delegado José Erisvaldo Machado, titular do 22º Distrito Policial, conta que o suspeito prestou depoimento nessa terça-feira (11) e foi à delegacia acompanhado por um advogado. Por ter expirado o flagrante, ele foi não foi preso, mas o delegado adianta que vai pedir a prisão preventiva.

“Vou remeter o inquérito policial à Justiça até o fim desta semana. Ele confessou que energizou a cerca por causa de ladrão, que sempre a desligava durante o dia e só deixava ligada à noite, mas nesse dia esqueceu”, explica o delegado.

Ele ressalta que o indiciamento se deu por homicídio doloso porque o suspeito assumiu o risco de matar.

“Teve dolo a partir do momento que ele eletrizou a cerca. Já tinha matado animais, sido advertido por populares de que aquela cerca poderia matar alguém e mesmo assim não tomou nenhuma providência. A vítima foi uma criança, mas poderia ser qualquer pessoa”, explica o delegado.

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

A Polícia Civil aguarda ainda o resultado do laudo pericial. Além de homicídio doloso, o marceneiro pode responder por furto. As investigações apontam que a cerca elétrica clandestina era energizada de forma irregular por meio de uma ligação feita em uma casa abandonada.

Fonte: Graciane Sousa / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais