24.2 C
Piauí
25 de junho de 2022
Cidades em Foco
Geral Polícia

Polícia prende empresários e divulga retrato falado de suspeito de homicídio no Piauí

Um casal de empresários foi preso suspeito de participação em um homicídio no bairro Mocambinho, zona Norte de Teresina. A vítima- Anderson Felipe Bastos Aragão, 27 anos- estava nas proximidades de um bar quando foi assassinado a tiros. O crime ocorreu no sábado de Carnaval.

Marcelo Leal, delegado responsável pelo caso, explica que o casal teria dado fuga ao atirador que ainda não foi identificado. Baseado no depoimento de testemunhas e em imagens de câmeras de segurança, a Polícia Civil divulgou o retrato falado do autor dos disparos.

“Começamos a investigação ainda no mês de fevereiro. Pelas imagens das câmeras de segurança, conseguimos identificar o veículo que deu apoio a ação. De posse dessa informação, descobrimos quem era o proprietário do veículo e chegamos até aos empresários. Um deles aparece no vídeo. Testemunhas relatam que viram o casal lá no dia do crime e que havia crianças no veículo”, explica o Leal.

Segundo o delegado, os investigados confirmam que estiveram no local, inclusive com os filhos pequenos, mas negam participação no caso. A motivação para o crime ainda está sendo investigada. O delegado Marcelo Leal ressalta que uma das linhas de investigação aponta que o casal teria contratado o atirador.

“No local onde ocorreu o crime havia uma pessoa que, há alguns anos, teria esfaqueado o empresário. Uma das hipóteses é que o empresário teria contratado um matador de aluguel para vingar o crime. Existe a suspeita de que a vítima tenha sido morta por engano. As investigações continuam”, explica o delegado.

Os empresários foram presos na manhã desta quinta-feira (04), no bairro Taquari, zona Norte da Capital, em cumprimento a mandado de prisão temporária. Eles são proprietários de uma loja em um shopping no centro da Capital. A Polícia Civil também deu cumprimento a ordem judicial de Busca e Apreensão e localizou o carro do empresário usado para dar  fuga ao atirador.

Informações sobre a localização do autor dos disparos podem ser repassadas através do disque-denúncia 181 ou pelo telefone da Delegacia de Homicídio 86  3216 5230.

 

Fonte: Graciane Sousa / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais