Prefeito de Picos Padre Walmir chama Ciro Nogueira de “cachorro morto’

O prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT), respondeu na tarde desta sexta-feira, 5, as declarações do senador Ciro Nogueira (PP) que, na última quarta-feira, 3, durante comício da candidata Belê Medeiros (PP), o chamou de figura desprezível. Sem citar o nome do progressista, o gestor afirmou que prefere o silêncio para não dá ênfase a cachorro morto.

Sobre as declarações do senador Ciro Nogueira Padre Walmir foi irônico. “Eu não sei qual o poder que eu tenho para incomodar tanto esse povo! Outra vez ele já tinha postado um vídeo falando algumas coisas e eu não tinha dado muita atenção e me preocupado mais com o trabalho. Porque, se a gente dá muita ênfase a cachorro morto, dá ibope a quem não merece” – alfinetou.

Padre Walmir reafirmou que em nenhum momento procurou o senador Ciro Nogueira para apoiá-lo, pelo contrário, vota e pede votos para os candidatos ao Senado Marcelo Castro (MDB) e Wilson Martins (PSB).

“Talvez o incómodo, a colocação dele em relação a mim seja pelo fato de eu ser um dos poucos prefeitos do Piauí que não vota nele, não o reverencia e nem o aplaude, que não dá ibope e está trabalhando” – ressaltou Padre Walmir.

Segundo o prefeito de Picos, só tem duas coisas que incomodam as pessoas, é você trabalhar ou você ignorar, e ele Padre Walmir diz que tomou essas duas posturas. Ignora as colocações do senador Ciro Nogueira e está trabalhando.

“Realmente não é meu senador, não voto nele, mesmo sendo da base do governador Wellington Dias (PT), porque a minha moral pede para não votar nele. Eu estaria sendo imoral e injusto com a população, pois se trata de um dos mais ferrenhos opositores e que para ele a eleição de 2016 ainda não acabou” – justifica o Padre Walmir.

O prefeito de Picos ressaltou ainda que prefere o silêncio e que as pessoas avaliem. “Quem o amar que ame, quem quiser segui-lo que siga, o voto é livre. Sou desprezível porque incomodo, estou trabalhando e tem as pessoas que me são fiéis” – afirma o Padre Walmir.

Dias contas na Prefeitura

 

Em relação à previsão do senador Ciro Nogueira de ele estaria com os dias contados no comando da Prefeitura de Picos, Padre Walmir disse que isso não o incomoda, pois esses prazos vêm sendo dados desde que passaram as eleições de 2016.

“Primeiro eles diziam que eu não seria diplomado, depois que não tomaria posse e que se fosse empossado só ficaria três meses no mandato da Prefeitura e ainda hoje estamos aqui. Se for da vontade de Deus e respeitada à justiça, que seja respaldado o resultado das urnas que me elegeu prefeito de Picos pela vontade da maioria do povo picoense” – concluiu Padre Walmir.

Fonte: José Maria Barros / Jornal de Picos