Prefeitos da região de Picos têm celular clonado

Nos últimos dias, uma prática criminosa tem se tornado frequente na região de Picos: clonagem de números de aparelhos celulares. No entanto, o alvo das ações tem sido gestores municipais, como a prefeita de Santana do Piauí, Maria José de Sousa Moura, o prefeito de Bocaina, Erivelto Barros, o prefeito de Oeiras, José Raimundo de Sá Lopes, o prefeito de Sussuapara, Pé Trocado, além de parlamentares estaduais.

Após conseguirem clonar a linha telefônica que responde ao número cadastrado no WhatsApp, os criminosos utilizam do aplicativo para contatarem um assessor próximo do gestor solicitando depósito bancário.

Na tarde desta quarta-feira (13), a prefeita de Santana do Piauí, Maria José de Sousa Moura, foi vítima da clonagem de linha telefônica. Os criminosos por meio do WhatApp pessoal da gestora contataram o secretário de Finanças do município, Aurino Rodrigues, solicitando transferência no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil) para a empresa Gonçalves Borges Comércio de Confecções LTDA.

Diante da quantia elevada, o secretário e a assessoria contábil desconfiaram do conteúdo da mensagem e contataram a prefeita que disse não saber e nem solicitar qualquer transferência bancária.

“Meu WhatsApp não estava funcionando, era como se tivesse bloqueado o chip. Mas tarde o contador da Prefeitura e o secretário encontraram em contato comigo para autorizar a transferência só aí descobrimos que estava sendo vítima de um golpe que tem acontecido com vários prefeitos piauienses”, disse a gestora.

Maria José de Sousa Moura registrou Boletim de Ocorrência na Central de Flagrantes e cancelou a linha telefônica. Diante da ciência do golpe, a quantia em dinheiro não foi repassada à suposta empresa.

A suspeita da Polícia é que uma quadrilha possa está agindo com foco nos prefeitos e demais representantes políticos. Crime também vem ocorrendo em outros estados.

APPM solicita abertura de inquérito policial

Diante do fato, a Associação Piauiense de Municípios (APPM) encaminhou ofício nesta quarta-feira (13) à Delegacia Geral de Polícia Civil solicitando abertura de inquérito policial, a fim de averiguar a possível existência do crime.

Mais de 10 prefeitos piauienses já foram alvos da clonagem de telefone celular, são eles: Alcione Barbosa Viana (prefeito de Lagoinha do Piauí), Antoniel de Sousa Silva (Caridade do Piauí, Carmelita de Castro Silva (São Raimundo Nonato), Deusdete Lopes da Silva (Barro Duro), Erivelto de Sá Barros (Bocaina) Francisco Wagner Pires Coelho (Uruçuí), Joel Rodrigues da Silva (Floriano), José Wilson de Carvalho (Simões), Valdecir Rodrigues de Albuquerque (Curimatá), Maria José de Sousa Mloura (Santana do Piauí),  Raimundo de Sá Lopes (Oeiras) e Edvardo Antônio da Rocha, o Pe Trocado (Sussuapara).

Fonte: Folha Atual