33.5 C
Piauí
1 de dezembro de 2021
Cidades em Foco
Geral Polícia

Preso em operação matou grávida para não assumir paternidade, diz delegada

Foto: Reprodução/Redes Sociais / Sara Caroliny e Leidiane Brasil 

As equipes do DHPP prenderam nesta quarta-feira(24), durante os trabalhos da operação Dandara dos Palmares, dois suspeitos apontados como responsáveis pela morte de Sara Caroliny, de 15 anos, encontrada morta em novembro de 2020, nas proximidades do rodoanel de Teresina.  A adolescente estava grávida de 7 meses.

Segundo informações da delegada do Núcleo de Feminicídio do DHPP, Naiana Paz, um dos suspeitos é o pai do filho que Sara Caroliny estava esperando. Ele teria cometido o crime por não aceitar a paternidade.

“Ele não querendo ter o filho, cometeu esse crime. Não queria assumir essa paternidade. A família da Sara e a dela já teriam dito que, após o nascimento, iriam fazer o exame de DNA”, informou a delegada.

O crime teria sido cometido pelo suposto pai da criança e um amigo dele, de acordo com a delegada. Sara Caroliny foi morta com vários golpes de arma branca. O corpo da adolescente foi encontrado com um corte profundo nas costas.

A polícia acredita ainda que os dois retiraram o feto por meio do corte.

Os restos mortais do bebê nunca foram encontrados.

MORTA COM TIRO NAS COSTAS 

Supostos envolvidos no crime que vitimou Leidiane de Paiva Brasil, de 28 anos, também foram presos durante a operação. A mulher foi morta com um tiro nas costas após uma dupla em uma motocicleta atirar contra ela e um homem não identificado.

Segundo relatos do preso suspeito de envolvimento neste crime, a mulher foi morta por engano. O crime teria sido motivado por acerto de contas e o alvo não seria ela.

“No entanto, essa versão precisa ser investigada e apurada”, completou a delegada.

FEMINICÍDIO NO PIAUÍ 

O Piauí registrou 22 casos de feminicídio entre os meses de janeiro e setembro de 2021. Os dados são do 7º Boletim de Ocorrências de Violência Contra a Mulher no Piauí, divulgado nesta terça-feira (23), pela Secretaria de Segurança Pública.

OPERAÇÃO DANDARA DOS PALMARES

Equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deflagram na manhã desta quarta-feira (24) a operação “Dandara dos Palmares”, que tem como objetivo cumprir mandados de prisão e busca e apreensão contra suspeitos do crime de feminicício. Ao todo, cinco prisões já foram efetuadas até às 7h30 da manhã, quatro em cumprimento em mandados e uma em flagarante.

Outros dois alvos da operação ainda não foram localizados. As equipes seguem em buscas para localizá-los.

Fonte: Nataniel Lima  / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais