Problema do Brasil é desigualdade econômica e não ‘rapaz nu’ no museu, diz Caetano

Caetano Veloso afirmou que o maior problema do Brasil é a desigualdade econômica e que a interação de criança com artista nu no Museu de Arte Moderna (MAM) de São Paulo não é pedofilia. O cantor esteve no programa Altas Horas, da TV Globo, exibido na noite deste sábado (11).

“O maior problema do Brasil é a desigualdade. É disso que eles querm fazer a gente se esquecer, criando essas cortinas de fumaça, mas nós não nos esqueceremos. Havemos de vencer a desigualdade. E é isso que nós temos que ter coragem de mudar, não ficar discutindo se um rapaz nu deitado e uma menina que foi levada pela mãe, pegada pelo tornozelo, é pedofilia, é claro que não é pedofilia”, disse o compositor, depois de uma pergunta de Serginho Groismann sobre a censura e os limites da arte.

Caetano Veloso se apresentou com seus filhos Moreno, Zeca e Tom durante o programa, que contou com a participação da atriz Letícia Colin e o historiador e colunista do Estadão Leandro Karnal.  Caetano também falou sobre o ódio na internet, e sua relação com as redes sociais. Seu filho Moreno Veloso confessou que o pai não tem celular.

“Há redes sociais em meu nome e posto coisas lá às vezes e me responsabilizo por tudo, até pelos erros de português que tenho que consertar quando me dizem. Mas não fico olhando na internet, vendo rede social. Eu, pessoalmente, com frequência, não. Então não sinto muito essa… Não me atinge”, disse Caetano.

Fonte: Estadão

Compartilhar:

Por: Júnior Oliveira

Diretor Geral