23.5 C
Piauí
17 de abril de 2021
Cidades em Foco
Educação Geral Oeiras

Projeto da UFPI implementa energia solar em escola de Oeiras

Foto: Divulgação/Fadex

O projeto de extensão Escolas Solares da Universidade Federal do Piauí (UFPI) implementou placas solares na Escola Contentamento, localizada na zona rural de Oeiras. O projeto, administrado pela Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX), pretende fornecer energia limpa e conscientização para os alunos da rede pública.

O projeto Escolas Solares possui o objetivo de contemplar escolas públicas das zonas rurais do Piauí com sistema de energia solar conectada à rede. “A Escola Contentamento é a primeira unidade escolar a receber o sistema de energia solar conectado à rede. Esse sistema vai proporcionar uma redução dos gastos da escola com energia, sem falar do ganho no ponto de vista ambiental. É mais um projeto da UFPI, em parceria com o Instituto Federal do Piauí (IFPI), Emater e os gestores municipais”, afirmou Marcos Lira, coordenador do projeto.

Conforme a Secretária Municipal de Educação de Oeiras, Tiana Tapety, o município recebeu de braços aberto o projeto Escolas Solares. “A importância de incentivarmos o uso de energia solar nas escolas parte do princípio de mudança de consciência na perspectiva de uma energia limpa para as nossas crianças, adolescentes e suas famílias. Isso faz com que o homem conviva tranquilamente com o meio ambiente. Incentivar e implementar essa energia solar na nossa escola é um ganho que vem também para somar os nossos projetos de ensino”, disse.

A implantação da energia solar na Escola Contentamento vai gerar e redução de cerca de aproximadamente mil reais na conta de energia. Para a diretora da Escola do Contentamento, Leia Pacheco, o projeto vai mais além do que proporcionar energia para a escola, pois vai impactar a vida de alunos e familiares.

“A contribuição principal é a questão ambiental realmente e a consciência dos alunos. Estamos muito felizes porque contemplamos alunos de 25 comunidades, então esse trabalho que está sendo feito aqui na escola vai germinar e brotar lá na comunidade que o aluno vive. O aluno vai saber, conhecer como é utilizada a energia solar e os benefícios que essa energia traz para o meio ambiente “, ressaltou a diretora.

Fonte: Ascom

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais