28.9 C
Piauí
21 de setembro de 2020
Cidades em Foco
Geral Polícia

Quatro PMs são indiciados por tortura a homem que furou barreira sanitária no Piauí

Quatro policiais militares do Piauí foram indiciados pelo crime de tortura com o resultado morte. A vítima teria sido agredido pelos PMS após furar uma barreira sanitária na cidade de Luzilândia, no interior do estado. O caso ocorreu no mês de maio logo após Raimundo Nonato Lima passar mal na delegacia onde teria chegado com sinais de agressão física.

Após furar a barreira, os PMs investigados foram à casa da vítima onde teriam o espancado antes de levá-lo à delegacia.

O delegado Genival Vilela, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), foi designado para apurar o caso e conta que, durante o inquérito policial, testemunhas relataram que ouviram gritos da vítima durante a suposta sessão de espancamento. Na casa de Raimundo Lima foram recolhidos objetos com marcas de sangue.

“Algumas testemunhas contaram que ouviram barulho de pancada e que a vítima teria apanhado muito. A maior parte das agressões físicas ocorreram dentro da casa da vítima, de acordo com testemunhas que também relataram ter visto a vítima pegando um soco na barriga. O médico legista apontou que ele morreu após tortura”, explica o delegado.

O caso já foi enviado à Justiça.

Na época do crime, os PMs foram afastados e foi determinado a abertura de um inquérito policial militar. O Cidadeverde.com tentou contato com a assessoria de comunicação da PM-PI para saber a atual situação dos policiais militares, mas não obteve retorno até o momento.

Fonte: Graciane Sousa / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais