29.9 C
Piauí
6 de fevereiro de 2023
Cidades em Foco
DestaqueGeral

Rafael Fonteles é eleito governador do Piauí e mantém hegemonia do PT

Foto: Alysson Dinis

Com a união de nove partidos, o PT acaba de eleger o ex-secretário Estadual de Fazenda, Rafael Tajra Fonteles, 37 anos, o novo governador do Piauí.

Com 70% das urnas apuradas, o petista já contabiliza mais de 763 mil (55%) votos válidos contra 583 mil votos (42%) do candidato do União Brasil, Sílvio Mendes. Com a vitória de Rafael Fonteles, o Partido dos Trabalhadores mantém a hegemonia de 19 anos no poder.

Filho de um dos fundadores do PT no estado, Fonteles teve como aliado o ex-governador Wellington Dias (PT), eleito em quatro mandados, e com apoio do ex-presidente Lula.

Na campanha, o desafio foi tornar  conhecido no estado. Mesmo com a projeção nacional de ser o  presidente do Comsefaz (Comitê Nacional dos Secretários de Fazenda dos 27 Estados), por dois mandatos, Rafael era desconhecido no Piauí. A campanha focou na rede social, o corpo a corpo na rua e o programa eleitoral na TV e Rádio. Outra missão da campanha foi atrelar Rafael a imagem do ex-presidente Lula.

Rafael Fonteles garantiu que na reta final da campanha cerca de 80% da população piauiense já tinha conhecimento que ele é o candidato do Lula.

O principal adversário político do petista foi o ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes (União Brasil). O grupo oposicionista teve como aliado o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. A chapa de Sílvio tem como vice a ex-mulher de Ciro Nogueira, Iracema Portela (Progresistas).

Rafael Fonteles nunca disputou cargo eletivo e tem experiência na iniciativa privada. É bacharel em Matemática pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), curso concluído aos 19 anos.

É Mestre em Economia Matemática pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA-RJ), concluído aos 21 anos. Premiado em Olimpíadas Internacionais de Química (2002), Física (2002) e Matemática (2004) na Holanda, Indonésia e Macedônia, respectivamente.

Foi professor de Matemática do Instituto Dom Barreto, escola privada na capital. Foi secretário estadual da Fazenda do Piauí de janeiro de 2015 a 31 de março de 2022, e coordenador do PRO-Piauí, o maior programa de investimentos do governo estadual, movimentando mais de R$ 4 bilhões.

A candidatura de Rafael Fonteles uniu a ala governista com apoio do PCdoB, PV, MDB, PSD, Solidariedade, PSB, Pros e Agir.
Ao ser eleito, aponta como prioridade a geração de emprego e renda, ampliação de escolas por tempo integral, combate as facções criminosas e melhorar a qualidade do serviço público.

No Piauí, disputaram nove candidaturas. Dois registros foram cassados, o da Gessy Lima (PSC) e Lourdes Melo (PCO) e houve a desistência da candidatura do coronel Diego Melo (PL).  Foram mantidas as candidaturas de Geraldo Carvalho (PSTU), Gustavo Henrique (Patriota), Ravenna Castro (PMN) e Madalena Nunes (Psol).

Fonte: CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais