28.9 C
Piauí
23 de outubro de 2020
Cidades em Foco
Geral Internacional

Rinite alérgica requer cuidados especiais; problema aumentou nos últimos anos

O número de pessoas no mundo com algum tipo de alergia aumentou 20% nos últimos 30 anos. A estimativa é da Organização Mundial de Saúde (OMS). Entre os problemas, a rinite alérgica apresenta a maior prevalência e, por isso, merece atenção especial.

A poluição, por exemplo, está entre os fatores que provocam os sintomas, como a congestão nasal e espirros frequentes. A genética também tem grande influência para o surgimento da doença.

Em alguns casos, a cura não é possível. Entretanto, é possível lidar com o problema, eliminando assim as consequências.

Cuidados necessários

Para evitar a rinite alérgica, alguns cuidados são necessários. Além de prejudicial para a saúde, o cigarro, por exemplo, é um dos fatores responsáveis.

O cuidado com o ambiente também é muito necessário. Afinal, fungos e ácaros causam problemas respiratórios. Por isso, é recomendado manter a casa sem em ordem, evitando o acumulo de poeira.

Tratamento

Procurar um médico é sempre a melhor escolha para identificar o melhor tratamento. Além da vacinação, às vezes é recomendado o uso de medicamentos, além de algumas mudanças nos hábitos para evitar as crises.

Fonte: Estadão Conteúdo

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais