Saiba quanto custou cada voto dos senadores eleitos do Piauí

No primeiro turno das eleições 2018, os piauienses elegeram dois senadores da República para ocupar o cargo por oito anos no Congresso Nacional. Ciro Nogueira (Progressistas) e Marcelo Castro (MDB) foram os dois nomes escolhidos para a Casa.

Eleito com 897.959 votos, Ciro Nogueira declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter gasto R$ 2.933.991,92 em ações de campanha eleitoral. De acordo com a relação entre os gastos de campanha e o número de votos recebidos, cada voto conquistado por Ciro Nogueira custou R$ 3,15.

Marcelo Castro, eleito com 812.213 votos, declarou ao TSE gastos em ações de campanha no valor de R$ 1.717.161,23. Seguindo o mesmo cálculo entre a relação de gastos e o número de votos, o custo de cada voto recebido por Marcelo Castro foi de R$ 2,11.

Com 2.355.180 eleitores no Piauí, o limite de gastos de campanha estabelecido pela legislação eleitoral para candidatos a senador pelo estado foi de R$ 3 milhões.

O custo de cada voto conquistado pelos senadores eleitos pelo Piauí foi bem inferior aos R$ 26,21 do senador eleito Mecias de Jesus (PRB-RR). Ele declarou ao TSE gastos de campanha no valor de R$ 2.237.600,55 e conquistou 85.366 votos.

Fonte: Viagora