24.8 C
Piauí
27 de fevereiro de 2020
Cidades em Foco
Educação Geral

Seduc estipula aula aos sábados para compensar greve dos professores

Por conta da greve dos professores da rede estadual de ensino, alunos de escolas onde houve adesão ao movimento terão aulas aos sábados para compensarem a carga horária letiva prevista em lei. Levantamento da Secretaria Estadual de Educação aponta que 19% das unidades escolares tiveram o início do ano letivo prejudicado por causa da paralisação.

A diretora de Unidade de Gestão e Inspeção Escolar da Seduc, Ana Rejane, explicou que as escolas terão que reprogramar seus calendários para atenderem 200 dias letivos.

“O calendário geral não será modificado. Já havíamos previsto algumas aulas aos sábados para  escolas que estão em reforma e não começaram o período letivo. Cada escola atingida pela greve ou reforma terão acréscimo de aulas aos sábados, de acordo com suas reprogramações e orientações das gerências de ensino”, explica a diretora.

De acordo com a Seduc, a adesão dos professores ao movimento grevista foi baixa. Cerca de três escolas por Gerência Regional de Ensino aderiram ao movimento.

A greve dos professores foi suspensa nesta segunda-feira (20) durante assembleia geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte). A categoria busca uma negociação com o governo do Estado para que a proposta de reajuste salarial de 3,64% seja antecipada para o mês de maio.

Ao todo, os professores cruzaram os braços por 10 dias.

 

Izabella Pimentel (especial para o cidadeverde.com)

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais