Sem asfalto, caminhões atolam na Transcerrado e são retirados com guincho da lama no Piauí

Devido as fortes chuvas que ocorreram nos últimos dias no Piauí, dois trechos da Transcerrado, Sul do estado, estão praticamente quase intransitáveis com o excesso de água e o acúmulo de lama. Produtores da região informaram que o problema na estrada ocorre todo período chuvoso e que é preciso contratar um guincho para facilitar a travessia dos caminhões.

“A situação aqui é feia e não é de hoje. Quando chega o período chuvoso é sempre assim, são problemas velhos e conhecidos, infelizmente. Mais de 10 caminhões tiveram que mudar o destino da travessia, outros mais leves foram arrastados por um trator”, disse o empresário de insumos agrícolas Antônio Chies.

Caminhões atolados na Transcerrado — Foto: Antônio Chies

Caminhões atolados na Transcerrado — Foto: Antônio Chies

A rodovia conta com 340 km de extensão e que é considerada a principal via de escoamento da produção agrícola piauiense. A falta de infraestrutura está prejudicando o transporte de grãos, além dos riscos a segurança dos trabalhadores rurais.

“Hoje temos gastos com a entrega, manutenção, combustível, carro para acompanhamento e desvios de rotas, porque na estrada certa não passaria. Além de ter que dormir no meio do caminho com segurança armada em trechos que parece uma vergonha. Na safra de 2017-2018 gastamos R$ 300 mil a mais do que o normal”, contou o empresário.

A rodovia é uma promessa antiga do governo do estado. Em 2013, um trecho de 117 km começou a ser asfaltado, mas quatro anos já se passaram e a obra está parada. São pelo menos 150 km intrafegáveis.

Rodovia é a principal via de escoamento da produção agrícola piauiense — Foto: Antônio Chies

Rodovia é a principal via de escoamento da produção agrícola piauiense — Foto: Antônio Chies

Fonte: G1-PI