22 C
Piauí
4 de agosto de 2020
Cidades em Foco
Geral Pernambuco em Foco Saúde

Sem prescrição, “automedicação pode levar a morte”,diz médico

Foto: Roberta Aline

A automedicação é definida pelo uso indiscriminado de remédios sem uma prescrição de um profissional de saúde. Esse tipo de atitude pode trazer muitos riscos à saúde, inclusive a morte. De acordo com o clínico geral, Victor Emmanuel Ferreira, é muito comum a utilização de medicamentos por indicação de um amigo ou familiar que tenha se dado bem com a medicação, porém existem muitos perigos ocultos por trás dos medicamentos.

“A automedicação pode trazer vários transtornos à saúde,  tais como: agravamento de sintomas por medicação errada ou dose incorreta,  distúrbios gastrointestinais,  resistência bacteriana no uso indiscriminado dos antibióticos, lesão hepática e renal devido ao uso abusivo de anti-inflamatórios, a dependência causada pelos psicofármacos (ansiolíticos,  antidepressivos, antipsicóticos etc), interação entre medicamentos, o perigo por trás dos Inibidores da Bomba de Prótons (omeprazol, pantoprazol, lanzoprazol etc), risco de reações alérgicas graves e até a morte”, alertou o médico.

A comodidade, a disponibilidade e a grande facilidade de comercialização de remédios têm contribuído muito para a prática da automedicação. “Por conta da grande quantidade de informações médicas disponíveis na internet, as pessoas se sentem encorajadas a comprar medicamentos sem prescrição médica em sites, blogs e redes sociais. Porém a recomendação é sempre buscar por auxílio de um profissional da área da saúde para esclarecimentos sobre sintomatologia e ou doenças, para que seja conduzida uma investigação adequada e prescrição de medicamentos com  a devida indicação e correta orientação psicológica”, explicou Victor Ferreira.

Fonte: CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais