26.1 C
Piauí
18 de setembro de 2020
Cidades em Foco
Geral Oeiras

Semana Santa de Oeiras é cancelada como prevenção ao COVID-19

Semana Santa de Oeiras é cancelada como prevenção ao COVID-19. Divulgação

Os rumores de cancelamento dos atos paralitúrgicos da Semana Santa em Oeiras, se confirmaram. Nesta quarta-feira, 25, o Bispo Diocesano de Oeiras, Dom Edilson Nobre, lançou um novo decreto, onde considera grave perigo de contaminação do COVID-19. Por este motivo, as cerimonias que aconteceriam entre 3 abril (sexta-feira do Bom Jesus dos Passos) à 12 de abril (Domingo da Ressurreição) estão suspensas.

“Assim, a saber estão canceladas a Procissão da Fugida, Procissão do Bom Jesus dos Passos, Procissão dos Ramos, Procissão do Fogaréu, Descimento da Cruz, Procissão do Senhor Morto; Procissão do Cristo Ressuscitado”, afirma o Bispo Dom Edison Nobre.

Em relação, as Celebrações Eucarísticas e Orações reservadas para o dia do Bom Jesus dos Passos serão realizados sem a presença do povo. Mas acompanhadas através dos meios de comunicação para que a comunidade não deixe de vivenciar a mística deste dia.

“Recomendo ainda às famílias responsáveis pelos Passos que neste dia os mantenham abertos e arrumados, como fazem anualmente. O Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor seja celebrado na Catedral, na Matriz de cada Paróquia e sede de municípios, sem o povo, seguindo a segunda forma do Missal Romano (pag 229). As famílias, com os ramos em suas casas podem acompanhar e rezar através dos veículos de comunicação”, explica o Bispo Dom Edison Nobre.

Já na Sexta-Feira Santa que celebra-se a Paixão do Senhor, omiti-se o beijo da cruz. Na Oração Universal será acrescentada uma prece especial pelos vitimados da pandemia covid-19. As imagens e os símbolos litúrgicos não podem ser tocadas pelos fiéis ao serem expostos durante a Semana Santa, e por todo esse período de risco de pandemia de corona vírus.

Para concluir o decreto o Bispo Dom Edison Nobre, deixa uma mensagem de esperança aos fiéis.

“Que a Virgem Mãe da Vitória nos assista no empenho pela superação dessa situação de risco de pandemia e que todos nos mantenhamos comprometidos, vigilantes com a vida diante do apelo do evangelho, “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34). Deus recompense a todos os que estão trabalhando para amenizar as dores dos que padecem e abençoe os que buscam a solução para essa grave situação”, finaliza.

O decreto na integra você encontra no site:https://diocesedeoeiras.org

Por: Sandy Swamy

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais