24.2 C
Piauí
28 de fevereiro de 2021
Cidades em Foco
Geral Piauí

Sesapi vai reabrir UTIs em Teresina e região Norte para evitar colapso

Fotos: Ascom/Sesapi

Integrantes do COE (Comitê de Operações Emergenciais Contra a Covid-19) voltaram a se reunir no início da noite desta segunda-feira (22) para discutirem alternativas para ampliação dos leitos de UTIs no estado.

Com ocupação de leitos ultrapassando os 90% e com a rede privada caminhando para o limite, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) busca alternativas para evitar o colapso no sistema.

O superintendente de Gestão da Rede de Média e Alta Complexidade da Secretaria Estadual de Saúde, Alderico Tavares, informou ao portal Cidadeverde.com que exista a possibilidade de reabrir mais 15 leitos de UTIs.

Ele informou que serão ampliados os leitos do Hospital Getúlio Vargas (HGV), de hospitais da rede privada, do Heda, em Parnaíba e do hospital de Piripiri.

Um dos pontos críticos de ocupação é justamente a região Norte. Alderico Tavares confirmou que o estoque de insumos está em situação crítica e que a indústria tem dificuldades de reposição.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque fez o alerta hoje que a prefeitura está com dificuldades de ampliar os leitos, devido à falta de medicamentos no mercado para os pacientes internados na UTI.

Hoje, diante da situação de iminência de colapso, o governador Wellington Dias (PT) anunciou a suspensão de todas as atividades presenciais, com exceção dos serviços essenciais.

As autoridades reforçam o pedido de evitar aglomerações, de manter o distanciamento social e as medidas de higiene.

Ocupação de UTIs para Covid cresce 44% em 15 dias

O índice de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por paciente com covid-19 cresceu 44% nos últimos dias nos Piauí. No dia 6 de fevereiro, 159 dos 288 leitos estavam ocupados, cerca de 55% do total. No último boletim da Secretaria de Saúde, referente ao dia 21 de fevereiro, já eram 229 leitos ocupados, ou 79,5%.

As taxas de ocupação de leitos estão maiores nas macrorregiões de saúde do Meio Norte (84.7% dos hospitais públicos), Litoral (84%) e na região do Vale do Piauí e Itaueira (90%). Em relação aos leitos clínicos de Covid-19, também foi registrado um aumento substancial nas macrorregiões de saúde do Meio Norte (78.8%), Litoral (91.9%) e na região do Vale do Piauí e Itaueira (100%). Em Teresina, a taxa de ocupação alcançou 93%, a maior desde o início da pandemia.

Segundo o superintendente da rede de média e alta complexidade da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), Alderico Tavares, também integrante do Comitê de Operações Emergenciais (COE) Covid-19. O crescimento dos casos é um reflexo do comportamento da população desde as festas de fim de ano, quando muitos descumpriram as normas sanitárias.

O gestor afirma que as medidas sanitárias, como evitar aglomerações, higienizar as mãos e usar máscaras são necessárias para conter a Covid. “As medidas restritivas são para acalmar, diminuir o nível de contaminação, diminuir as taxas de ocupação de leitos para que a gente possa trabalhar com mais segurança para atender à população”, explica.

Para o governador Wellington Dias, o Piauí chegou em uma linha de perigo muito elevada para a covid-19. “Ou a gente adota essas medidas agora ou vamos ter que fazer de qualquer jeito e numa situação muito pior”, lamentou.

Para o governador, o momento é o mais grave desde o início da pandemia. “Estamos em uma situação de elevada transmissibilidade. São milhões de pessoas que estão com o coronavírus e junto com o coronavírus, as variantes”.

Com informações da Sesapi

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais