25.9 C
Piauí
3 de abril de 2020
Cidades em Foco
Geral Polícia

Suspeito de matar jovem é preso dentro de fórum no interior do Piauí

O suspeito de matar um jovem foi preso ao assinar o “livro de assinaturas” – também conhecido como “livro de comparecimento ou presença” – dentro no Fórum de São Pedro do Piauí. Ele já respondia em liberdade por outros crimes e mensalmente precisava assinar o livro para comprovar que não estava foragido da comarca.

Jefferson Gonçalves dos Santos é suspeito de matar o jovem Valdinar Lopes Leal. O corpo da vítima foi encontrado com golpes de faca e pauladas dentro de uma horta comunitária, no município de Agricolândia, no dia 08 de fevereiro de 2020. Valdinar estava vestido apenas com uma blusa.

A equipe da Polícia Militar de São Pedro do Piauí deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva.  O comandante do GPM de Agricolândia, que também responde por São Pedro do Piauí, subtenente subtenente Geailson  Lima, disse que a guarnição foi informada da presença do suspeito assim que o mesmo entrou no fórum. Também participaram da prisão o cabo Ferreira, soldado Rafael Dias e o cabo P.

“Esse rapaz já responde por outros processos. Nós já estávamos com essa prisão preventiva decretada, fazendo o monitoramento, e quando ele entrou nos fórum fomos avisados. Todo preso uma vez por mês quando responde em liberdade precisa assinar esse livro para comprovar que não fugiu e a justiça ter esse controle até o dia do julgamento”, disse o comandante.

O comandante ressaltou que o suspeito e a vítima já eram conhecidos. No momento da prisão, Jefferson “ficou calado” sobre sua possível relação com o crime, acrescentou. “Eles eram praticamente eram vizinhos, moravam distante uns 50 metros no bairro Vila Nova”, ressaltou o subtenente. O bairro em que eles moram é o mesmo em que a horta está localizada.

O suspeito já responde por lesão corporal, tentativa de homicídio,  furto qualificado, dDano ao patrimônio público e TCO por descumprimento de medidas judiciais no ano de 2019. Ele é popularmente conhecido como “Percebe”.

Fonte: Carlienne Carpaso / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais