23.9 C
Piauí
21 de janeiro de 2021
Cidades em Foco
Caridade do Piauí Geral

Toinho de Caridade acredita em consenso para as eleições da APPM

Prefeito Toninho de Caridade do Piauí. Foto: Reprodução!

O prefeito reeleito de Caridade do Piauí e candidato à presidência da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Antoniel de Sousa Silva (PSD), conhecido no meio político como “Toninho de Caridade”, concedeu, nesta quinta-feira (26), entrevista ao Grande Jornal, veiculado simultaneamente nas rádios Grande FM e Difusora AM.

O gestor acredita em um consenso entre os prefeitos para as eleições da instituição, que devem acontecer no mês janeiro. “Nós colocamos justamente para construir um consenso dentro desse grupo de colgas que também colocaram seus nomes à disposição. Entendemos que este é o caminho mais certo, pois deixará a entidade municipalista ainda mais forte e unida”, declarou o gestor.

O prefeito acredita que a sua experiência à frente da Associação dos Municípios do Vale do Itaim (AMVI), irá contribuir para um entendimento em torno do seu nome para presidir a APPM. “A gente já tem essa experiência em uma entidade associativista, tivermos um diálogo forte no sentido de ajudar os prefeitos juntos aos órgãos federais estaduais e de controle. Por isso me acho preparado para representar os demais companheiros prefeitos.

Em relação à articulação, Antoniel de Sousa garante que se eleito, irá trabalhar por uma instituição transparente e apartidária. “Lá não teremos partido A , B ou C, é prudente que tenhamos respeito por todos como também pelos colegas que estão colocando seus nomes à disposição. É legitimo o direito de todos”, salientou.

Para ele, o cenário político que hora se desenha para o pleito de 2022, não pode ser levado em consideração no processo de escolha do gestor que irá gerir o órgão.

Fonte: Grande Picos

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais