22.4 C
Piauí
27 de junho de 2022
Cidades em Foco
Destaque Educação Geral

Uespi estuda novo concurso para professor com 85 vagas ainda este ano

Professor Evandro Alberto / Foto: Cidades em Foco

A Universidade Estadual do Piauí (Uespi) está estudando a possibilidade de realizar um concurso para professor efetivo ainda este ano com 85 vagas. O ex-governador Wellington Dias havia autorizado 60, no entanto, a instituição solicitou a governadora Regina Sousa o aumento de mais 15 vagas.

“Ela foi sensível e pediu para ver as questões legais. O processo está na PGE e estamos aguardando a devolutiva para poder sentar novamente com a governadora e poder definir a data de lançamento do edital”, disse o reitor da Uespi, Evandro Alberto.

A intenção da Uespi seria realizar o certame ainda este ano. “Mas por conta do período eleitoral a posse só aconteceria no próximo ano”, explica o reitor

Convocação de substitutos

Enquanto o concurso não sai, a Uespi vai ganhar o reforço de 176 professores substitutos. Eles integravam o cadastro de reserva de um teste seletivo realizado pela instituição no ano passado. O decreto com a convocação foi assinado pela governadora no dia 16 de maio.

“Nós tivemos a autorização para contratar 176 professores. O decreto foi assinado no dia 16 de maio. Hoje estamos com 10 dias. Está sendo feita a convocação destes professores. Eles precisam assinar o contrato, que são publicados no diário, e depois entram nas salas”, disse o reitor da Uespi, Evandro Alberto, ao Cidadeverde.com.

Do total, segundo o reitor, 136 já atenderam ao chamamento. “A medida quem assinam os contratos estão sendo encaminhados para as salas de aula. Já foram convocados 136, destes 17 não puderam assumir por questões documentais”, lembra o reitor.

Ainda de acordo com o reitor, a Uespi já estava há 5 anos sem realizar seletivo para professor substituto. “Fizemos em 2021 para 190 vagas que foram preenchidas e ai estamos chamando os classificados que ficaram como cadastro de reserva. Juntando os 190 com os 176 temos a quantidade de substitutos hoje”, declarou.

Para o reitor, a quantidade de profissionais contratados vai suprir a demandas dos cursos em todos os campi.

“Supre a necessidade do momento sim. De 2014 até agora, quando estes assumirem, será o melhor quadro de professores. O problema era a falta de professor, mas com essa contratação de agora a gente vai suprir”, finalizou.

Fonte: Hérlon Moraes / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais