33.2 C
Piauí
14 de maio de 2021
Cidades em Foco
Geral Polícia

Universitário é preso suspeito de matar piauiense em Goiás

O suspeito de matar uma piauiense em Aparecida de Goiânia, região metropolitana de Goiás, foi preso no último sábado (3). O corpo de Adriana Nunes de Sousa, 24 anos foi encontrado dentro de uma mala em um córrego da cidade. Ainda não há uma suspeita do que teria motivado o crime.

O preso foi identificado como Ubiratan Guilherme Digues, de 35 anos, estudante de Direito. Câmeras de segurança registraram o momento em que o Ubiratan e Adriana fazem compras em um supermercado, na véspera dela ser morta. Os dois teriam um envolvimento amoroso. Adriana Nunes de Sousa é natural da cidade de Cristino Castro, localizada no Sul do Piauí, mas estava morando em Goiânia.

O suspeito nega envolvimento com o crime. Além de ser universitário, Ubiratan trabalhava como porteiro em um prédio, local onde foi preso.

Em entrevista ao site G1, o delegado Klayter Camilo afirma que, pela análise das imagens, confirmou que a mulher passou duas noites na casa do homem. “Apesar dele negar envolvimento, nós temos todos elementos que comprovam que estiveram juntos e que ele é o autor do homicídio. A motivação ainda não foi esclarecida”, disse o delegado.

Ubiratan Guilherme Digues foi preso suspeito de matar mulher e colocar corpo em mala (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)

Corpo foi achado dentro de mala. Foto: G1 Goiás 

As investigações  apontaram que o crime ocorreu no dia 22 de fevereiro, na casa do estudante.

“Nós analisamos todo o itinerário da vítima, por meio de análise das imagens e também de outros elementos sigilosos, e chegamos até este endereço e, consequentemente ao suposto autor do crime”, completou o investigador.

 

Da redação
[Com informações do G1 Goiás]

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais