Vereadora de Jacobina do Piauí é investigada por acúmulo ilegal de cargos

De acordo com a denúncia feita ao Ministério Público, a vereadora Edilene Paula, Dilora, supostamente vem ocupando ilegalmente três cargos com remuneração pública.

A vereadora Edilene Rodrigues de Oliveira Paula, a Dilora, do município de Jacobina do Piauí, está sendo investigada por acúmulo ilegal de cargos públicos, através de um procedimento preparatório de inquérito civil público, instaurado em fevereiro deste ano, pelo Ministério Público do Piauí.

A denúncia feita contra a vereadora, apontou que Edilene Paula estava supostamente realizando três funções remuneradas pelo Poder Público. Segundo o MP, a Constituição Federal não autorizou o acúmulo dos três cargos com remuneração pública, mesmo que ainda exista a compatibilidade de horários.

O órgão ministerial relatou que as informações a respeito da denúncia serão colhidas, e que documentos serão analisados para a conclusão do caso, e frisou que a prática de acúmulo ilegal de cargos públicos gera graves danos, comprometendo a moralidade e eficiência do serviço público. Se a denúncia contra a vereadora for comprovada, ela irá responder judicialmente pelas irregularidades cometidas.

No documento, o Ministério Público ainda recomendou o imediato afastamento da vereadora Edilene de Paula, de um dos três cargos que estão sendo exercidos por ela, com a escolha de optar por apenas dois dos cargos.

Outro lado

A imprensa não conseguiu contato com a vereadora Edilene de Paula até o fechamento da matéria. O espaço segue aberto para os devidos esclarecimentos.

Fonte: Viagora

Compartilhar:

Fernandes Neto

Jornalista, MTb n°1840PI, Contador e Teólogo, Especialista em Tipologia.