37.4 C
Piauí
24 de outubro de 2020
Cidades em Foco
Educação Geral Piauí

Webinário Ideb aborda passos para avanço da educação do Piauí

A Secretaria de Estado da Educação promoveu, na tarde da última sexta-feira (18), o Webinário Ideb, um bate-papo entre gestores escolares sobre o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019. O grande avanço educacional colocou o Piauí entre os estados que mais crescem no país no quesito educação.

Participaram do momento o secretário de Estado da Educação, Ellen Gera; a diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc, Maria José Mendes Neta; Aurilene Vieira, Djanira Alencar e Irmã Zenaide, gestoras de escolas da rede que se destacaram no índice; Márcia Martins, consultora pedagógica da Fundação Lemann; e Ricardo Henriques, superintendente executivo do Instituto Unibanco. A transmissão aconteceu pela plataforma do  Canal Educação no Youtube.

Ellen Gera destacou que o mais importante que o indicador é fazer uma boa análise dos resultados para implantar as políticas da educação piauiense. “Quero destacar o avanço na educação dos municípios, com 67% atingindo a meta nos anos iniciais do Ensino Fundamental, deixando o Piauí em 8º lugar no Brasil. Já a nota da rede estadual nessa fase passou de 5.5 para 6. Nos anos finais, a rede estadual foi de 4.0 para 4.3, como também ficamos em 5º entre os estados com o percentual de municípios atingindo a meta. Assim, o acesso à escola evoluiu, fruto da parceria entre Governo do Estado e as prefeituras piauienses. O Piauí está em crescimento contínuo. Avançamos mais rápido entre 2017 e 2019, mostrando o engajamento coletivo de toda rede por meio do Se Liga no Saeb. A participação de alunos na prova subiu de 56% em 2017 para 74% em 2019 no Ensino Médio. Estamos levando os estudantes a fazerem a avaliação, tonando o índice mais fidedigno”, pontuou o secretário da Educação.

No Piauí, o Ideb vem aumentando constantemente e o crescimento da rede pública estadual, no Ensino Médio, é o maior registrado desde que o indicador foi criado, em 2005. Com uma expansão de 0,4 pontos, ou seja, crescimento de 12% em relação a 2017, o Ensino Médio da rede estadual atingiu 3.7 pontos em 2019, subindo da décima sexta posição para a décima quarta, no país. Em relação ao Nordeste, o Piauí é o terceiro maior Ideb, com média de 3.7, ficando atrás apenas de Pernambuco, 4.4; e Ceará, 4.2, respectivamente.

Maria José Mendes Neta, diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc, falou do Pacto pela Aceleração da Aprendizagem, bem como de outras ações e de como a rede, as escolas, a gestão e parceiros desenvolveram um trabalho que vem gerando bons frutos para a educação como um todo. “Os avanços da educação piauiense, em especial na rede estadual de educação, revelados no último Ideb são resultado de um grande trabalho da rede em comunhão com a gestão escolar e o auxílio de parceiros como a Fundação Lemann e o Instituto Unibanco, para a elaboração e aplicação de estratégias capazes de melhorar o ensino e a aprendizagem dos alunos”, observou a diretora da UNEA.

Maria José falou também sobre a importância de ações como Circuito de Gestão Jovem de Futuro, Mais Aprendizagem, Avaliação Global Integrada, Poupança Jovem, Acompanhamento Pedagógico sistemático, Caravanas pedagógicas, Programa de Mediação Tecnológica, entre outros como apoiadores da politica educacional instaurada no Piauí.

 Ricardo Henriques, superintendente executivo do Instituto Unibanco, relatou que o Piauí faz um trabalho humanizado com professores e estudante, que vai além do número. “O Piauí tem melhorado desde 2005 passo a passo o tempo todo, saindo de 2.32 para 3.73, com uma das melhores taxas de participação, de 87%, que traduz a consistência da estratégia do Piauí que tem uma educação voltada para todos, mesmo com uma situação socioeconômica desafiadora”, pontuou.

Márcia Martins, consultora pedagógica da Fundação Lemann, parabenizou os profissionais da educação do Piauí e o trabalho coletivo de toda a gestão escolar. “Esses profissionais não medem esforços para melhorar a cada dia a inclusão e prática pedagógica. Vamos celebrar e preparar os novos passos, pois precisamos seguir adiante e avançar ainda mais para continuar esse crescimento vertiginoso do Piauí”, concluiu.

Ascom

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais