33.2 C
Piauí
14 de maio de 2021
Cidades em Foco
Geral Internacional

Wellington Dias diz que 2º dose não vai parar e usará reserva técnica no Piauí

Governador Wellington Dias - Foto: Ascom

O governador Wellington Dias (PT) afirmou nesta quinta-feira (29) que o Piauí está trabalhando para que não ocorra interrupção na aplicação da 2ª dose da vacina coronavac, em virtude da baixa produção e envio aos estados. Em vídeo públicado nas redes sociais, o governador confirmou que o Piauí conseguiu autorização para usar 20 mil doses da chamada reserva técnica.

“Eu sei que muitas vezes não há a compreensão de medidas que adotamos, mas aqui nós seguimos a ciência. E seguindo a ciência, com planejamento, com nosso comitê emergencial coordenado com o secretário Florentino e toda a sua equipe, integrado com os municípios e com a própria União, trabalhamos para que o Piauí não tivesse qualquer situação de interrupção na segunda dose e assim vamos seguir”, afirmou o governador.

“Agora conseguimos também a autorização para o uso de 20 mil vacinas que estavam bloqueadas e isso vai ampliar a vacinação no Piauí”, acrescenta Wellington Dias.

Segundo a Secretaria de Saúde, a reserva técnica de vacinas contra a covid-19 é de 29.468 doses. O vacinômetro mostra que o Piauí já recebeu 785.480 doses do Ministério da Saúde.

Novas doses chegando

Na madrugada desta sexta, 30, o Piauí vai receber do Ministério da Saúde mais um lote de vacinas. São 71.650 doses que fazem parte da 15ª remessa de vacinas para o combate da covid-19.

Ao todo serão 70.250 vacinas AstraZeneca/Fiocruz, para a primeira dose de 48% do grupo de 60 a 64 anos e para 6% do público de forças de segurança e salvamento e para as forças armadas.

Também chegarão 1.400 doses da vacina Sinovac/Butantan, destinada a 1% dos idosos de 60 a 64 anos.

Fonte: Hérlon Moraes / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais