Wellington Dias se mostra contra a redução dos impostos cobrados no valor do combustível

O governador Wellington Dais se mostrou divergente da proposta do governo em zerar a cobrança da alíquota de Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE). A intenção do governo é atender a reinvidicação dos cmainhoneiros que há cinco dias estão paralisados, diminuindo assim o valor do combustível.

O Piauí possui a terceira gasolina mais cara do nordeste, sendo a segunda com maior cobrança de ICMS sobre o produto. Em meio a tantos tributos, Wellington informou que irá recorrer ao Supremo Tribunal Federal sobre a decisão do governo para que o estado continue a realizar a cobrança da alíquota. Em resposta, alguns deputados em sessão na Alepi afirmaram que tal atitude diverde da ideia de reduzir a carga tributária no estado, o que prejudica o consumidor final, com preços elevados do produto.

A greve dos caminhoneiros iniciou na última segunda-feira e mesmo com as propostas ofertadas pelo governo, a categoria não cessou o movimento, que segue em 22 estados no país, incluindo o Piauí, e no Distrito Federal.

 

Fonte:Clube Noticias

Compartilhar:

Júnior Oliveira

Diretor Geral